ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

terça-feira, 27 de outubro de 2015

MIGUEL PROENÇA RETOMA O PROJETO PIANO BRASIL QUE ENTRA EM SUA SÉTIMA EDIÇÃO. ESTE ANO, O PROJETO PERCORRE 15 CIDADES BRASILEIRAS COM DIVERSAS AÇÕES, ALÉM DOS RECITAIS E A REEDIÇÃO DA COLETÂNEA PIANO BRASILEIRO

Rio de Janeiro recebe dia 29 de outubro, recital do premiado pianista O pianista Miguel Proença, um artista Steinway que figura no “Wall of Fame” da Steinway&Sons, em Hamburgo, na Alemanha, lança a sétima edição do Projeto Piano Brasil através da Lei de Incentivo à Cultura, este ano com os patrocínios do BNDES e da Caixa Econômica Federal. A realização é da Delphos Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal. O projeto, consolidado como uma das principais iniciativas da música erudita brasileira dos últimos anos, já passou este ano por Recife, Maringá, Porto Alegre, Natal, Manaus, Rio Branco, Brasília, Salvador, Campo Grande, Palmas, Ribeirão Preto, Vitória e Cascavel, finalmente chega ao Rio de Janeiro, cidade onde mora o grande pianista. O próximo recital será nesta quinta-feira, dia 29 de outubro, na Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro, às 20h, com ingressos a preços populares. O Projeto Piano Brasil, que já esteve em 134 cidades brasileiras, em 2015 está beneficiando as seguintes cidades: Região Sul: Porto Alegre/RS, Maringá/PR e Cascavel/PR; Região Sudeste: Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES e Ribeirão Preto/SP; Centro-Oeste: Brasília/DF e Campo Grande/MS Nordeste: Recife/PE, Salvador/BA, Ihéus/BA e Natal/RN, Norte: Rio Branco/AC, Manaus/AM e Palmas/ TO. Piano Brasil VII com Miguel Proença oferece 15 recitais a preços máximos de R$20,00; 15 ensaios abertos destinados à rede pública de ensino onde é distribuída às crianças uma cartilha gratuita ilustrativa, criada exclusivamente para este projeto, voltada para a iniciação à música erudita brasileira, transformando os ensaios em uma espécie de show-aula. O texto da cartilha é assinado pelo Maestro Ricardo Prado e as ilustrações ficaram sob responsabilidade da Bruna Assis Brasil. A fim de promover os jovens artistas locais, o pianista ministra 15 master classes gratuitas nos conservatórios ou escolas de música das cidades visitadas, tendo como público-alvo músicos, alunos, pedagogos e arte/educadores. “Durante cinco anos dei aulas na Alemanha e formei grandes talentos. Ano passado criei um Centro de Referência Pianística em Vitória, onde ensinei durante o ano inteiro. É um dos meus maiores prazeres. Espero encontrar novos grandes talentos”, explica o pianista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia