ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SEMINÁRIO NA CÂMARA MUNICIPAL VAI ABORDAR O CÂNCER DE PRÓSTATA


Será realizada na sexta-feira, dia 27 de novembro às 14h30 no plenário da Câmara Municipal de Petrópolis um Seminário sobre o Câncer de Próstata, numa parceria entre o Centro de Terapia Oncológica – CTO e a Comissão de Saúde da CMP, através do Vereador Silmar Fortes. A Campanha do Novembro Azul foi estipulada no município pela Lei nº 6979/12, de autoria do mesmo vereador e tem o intuito de divulgar a campanha de informação sobre esse tipo de câncer, que é o segundo mais comum em homens. O debate, que é aberto à população, vai falar sobre prevenção e diagnóstico, além de abordar temas relacionados à saúde integral do homem.

 Para o enfermeiro e organizador do encontro, Rogério Cabral, o tabu e o preconceito com relação ao toque retal, continuam sendo os principais problemas para a descoberta da doença. “Na palestra que será realizada na Câmara, o mais importante é que a população participe. Esse contato é muito importante para criar a possibilidade de interação entre possíveis pacientes e equipe técnica. Acho que é um momento fácil para conseguirmos divulgar a saúde do homem, principalmente, em relação ao câncer de próstata”, afirma.
 De acordo com o Inca, em 2014 eram estimados o surgimento de 68.800 novos casos no Brasil, esses valores correspondem a um risco estimado de 70,42 casos novos a cada 100 mil homens. A incidência da doença pode estar ligada a falta de conscientização e ao preconceito em relação aos exames preventivos, impedindo que os homens cuidem de sua saúde e façam o exame de toque retal. “A principal importância dessa campanha é retirar o estigma e o medo dos homens para realizar o teste de sangue e procurar um urologista”, explica a Dra. Carla Ismael, médica oncologista integrante do corpo clínico do Centro de Terapia Oncológica – CTO.
 Para o diagnóstico desse tipo de câncer é necessário fazer o exame do toque, que dura em média menos de 30segundos, assim é possível que o médico examine a próstata e possa avaliar se há algo suspeito. O exame, juntamente com o PSA, direciona a condução de cada caso. Dentre os sintomas estão: dificuldade de micção, diminuição do jato urinário e peso em pelve.
 Aproximadamente 62% dos casos diagnosticados no mundo ocorrem em homens com 65 anos ou mais, com o aumento da expectativa de vida mundial é esperado que o número de novos casos desse tipo de câncer aumente cerca de 60% até o final de 2015. Além disso, a etnia e a história familiar da doença também são consideradas fatores. O tratamento conta com cirurgia, radioterapia, tratamento hormonal e quimioterápico, e sua ausência pode acarretar a evolução da doença e a possibilidade do surgimento de metástases.
 De acordo com o oncologista e membro do corpo clinico do CTO, DR. Bernardino Alves Ferreira é muito importante lembrar que o exame de toque retal dura menos de 30 segundos e que pode salvar muitas vidas. “De 10 a 15% dos tumores de próstata são agressivos e se descobertos precocemente através dos exames de toque retal e PSA tem possibilidade de cura”, lembrou.
 Os palestrantes serão: Professor Renato Farjalla, Educador Físico – Professor da Universidade Estácio de Sá, Dra. Adriana Papinutto, Médica - Coordenadora do Programa de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus da Secretaria Municipal de Saúde de Petrópolis, Dr. Rafael Gabrich, Médico Urologista – Hospital Alcides Carneiro e Uromedic, Dra. Carla Ismael, Médica Oncologista – Centro de Terapia Oncológica e haverá ainda o depoimento de um paciente que passou pelo tratamento do Câncer de Próstata.
 A meta é firmar parcerias e contar com o apoio das Unidades de Saúde, empresas e da sociedade para abraçarem esta causa, através da ornamentação do ambiente de trabalho e realização de debates e reflexões, com o intuito de esclarecer e orientar os homens quanto à importância do cuidado com sua saúde.

 Maias informações sobre a Palestra podem ser obtidas na Câmara Municipal de Petrópolis, na Praça Rui Barbosa, número 89, Centro, ou na sede do CTO – Centro de Terapia Oncológica localizada à Rua Dr. Sá Earp, 309 - Centro – Petrópolis/ RJ, através do telefone (24) 2244-2005 e falar com o Enfermeiro Rogério Cabral Machado, ou no site www.ctopetropolis.com.br, ou ainda no CTO – Centro de Terapia Oncológica – Três Rios, à Rua Manuel Duarte, 318 - Centro – Três/ RJ, telefone (24) 2252-3816 e site www.ctotresrios.com.br.