segunda-feira, 7 de março de 2016

PARCERIA ENTRE PREFEITURA E O INSTITUTO ROBERTO COSTA JÁ TRATOU MAIS DE 21 MIL CRIANÇAS COM HOMEOPATIA



Mais de 21 mil crianças atendidas no Programa de Saúde da Família (PSF) estão recebendo tratamento com vacinas homeopáticas (nosódios) para a prevenção de infecções respiratórias agudas. O medicamento é distribuído gratuitamente pelas 44 equipes de PSFs existentes no município, por meio da parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa, em projeto lançado pelo prefeito Rubens Bomtempo, entre o fim de 2004 e o início de 2005. Um estudo feito nos últimos cinco anos revelou que as crianças que tomaram o nosódio adoeceram 75% menos que as outras que não tomaram.

“O convênio da Prefeitura com o Instituto Roberto Costa, firmado em 2005, foi o primeiro do Brasil a oferecer, pelo SUS, a medicina alternativa. Estes números mostram que o quanto esta parceria deu certo”, lembrou o prefeito Rubens Bomtempo, que lançou a ideia no início de seu segundo mandato como prefeito.    

“Esse projeto começou já com uma boa aceitação. Em 2013, o projeto avançou para todas as 44 equipes de Saúde da Família e percebemos que é uma iniciativa interessante, que vem trazendo bons resultados no cuidado e no atendimento às nossas crianças”, disse o secretário de Saúde, Marcus Curvelo.

A pesquisa com as crianças dos PSFs foi publicada este mês em uma conceituada revista inglesa chamada “Homeopathy – The Journal of the Faculty of Homeopathy”. “A pesquisa foi tese de uma aluna da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2004, tanto a UFRJ e a Fiocruz eram parceiras no projeto”, disse o diretor do Instituto Roberto Costa, Carlos Lyrio. “O trabalho nos PSFs é muito positivo e tem um retorno muito bom das mães que vão aos postos procurar a vacina”, disse.

Os medicamentos são elaborados no próprio instituto e distribuídos uma vez por ano. São ministrados nas crianças de zero a 12 anos, faixa de idade onde há maior incidência de doenças respiratórias. “A criança que tem quatro episódios de gripe por ano passa a ter apenas um quando começa a tomar a vacina”, explicou Carlos Lyrio, acrescentando que todas as equipes de PSFs passam por capacitação e treinamento sobre o uso dos nosódios.

Acupuntura e Pós-graduação em Naturopatia – A parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa vai levar para a rede municipal de saúde também a acupuntura no tratamento dos pacientes. O tratamento será feito no próprio instituto de forma referenciada pela Central Ambulatorial.

“Estamos na fase de credenciar o tratamento no Ministério da Saúde para podermos iniciar os atendimentos. As unidades de saúde irão referenciar os pacientes que serão atendidos aqui no instituto”, explicou Carlos Lyrio. “Essa é uma iniciativa que consolida o trabalho que já desenvolvemos na rede”, frisou o prefeito Rubens Bomtempo.

Outra novidade é o início do curso de pós-graduação em Naturopatia – Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) para os profissionais da rede municipal de saúde. O curso é uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Roberto Costa, sendo ministrado pela Faculdades Integradas Espírita do Paraná.

“A ideia é que os profissionais da rede usem o aprendizado nas unidades de saúde do município. Eles estarão sendo treinados em práticas integrativas, que unem ecologia e espiritualidade, nutrição natural, nutracêuticos e farmacêuticos, técnicas corporais, práticas holísticas, entre outros”, disse. O curso tem duração de 18 meses e começa em março.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS