segunda-feira, 26 de setembro de 2016

BR 2016: FLU BATE O CORINTHIANS E COLA NO G4


Da Agência Rio - 

Superior em toda a partida, o Fluminense foi merecidamente premiado com um gol aos 49 minutos do segundo tempo e venceu o Corinthians por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Itaquerão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com um pênalti claro não marcado na primeira etapa, o time carioca foi valente, não se abateu e o gol de Cícero praticamente no último lance do jogo rendeu a 12ª vitória – a segunda seguida fora de casa – na competição.Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Levir Culpi colou de vez no G4, ficando a apenas dois pontos do Santos. Após vencer o Corinthians, o Flu subiu para a quinta posição, com 43. Na próxima rodada, recebe o Sport, sábado, às 11h, no Estádio Giulite Coutinho. Grande oportunidade para a torcida tricolor lotar novamente a nossa casa em busca de mais uma vitória.
Polêmicas à parte, na bola o Fluminense levou ampla vantagem na primeira etapa. Desde o primeiro minuto o tricolor criou as melhores chances de abrir o placar no Itaquerão. Aos dois, Gustavo Scarpa cobrou falta na área, William Matheus desviou e Marcos Junior por muito pouco não completou para o fundo da rede. Com 19, o camisa 10 arriscou de fora da área para boa defesa de Walter, que começou a se transformar no grande responsável pelo marcador em branco até então.
Aos 24 minutos, novamente a dupla de Xerém Gustavo Scarpa-Marcos Junior apareceu muito bem. O camisa 10 lançou e o atacante bateu cruzado para grande defesa de Walter. Depois foi a vez do meia tentar o gol olímpico e obrigar o goleiro do Corinthians a se recuperar no lance e afastar o perigo da área paulista. Antes, os dois ainda protagonizaram também a maior polêmica da partida. Após escanteio batido por Scarpa, Marcos Junior foi claramente puxado dentro da área por Marquinhos Gabriel, mas o árbitro ignorou o lance. O terceiro em dois confrontos.
Com o mesmo espírito do primeiro tempo, o Flu retornou para a segunda etapa dominando a equipe paulista. Logo aos cinco minutos, Douglas lançou Marcos Junior, que bateu forte cruzado para outra grande defesa de Walter. No lance seguinte, Gum desviou falta cobrada na área por Gustavo Scarpa e tirou tinta da trave direita do goleiro corintiano.
Atrás, Júlio César fazia partida muito segura e garantia a defesa tricolor em branco com boas defesas e excelentes saídas de gol. No momento em que a equipe começava a demonstrar sinais de cansaço, Levir fez duas alterações: Marquinho e Richarlison substituíram Douglas e Marcos Junior, respectivamente, oxigenando o ataque tricolor no jogo. Depois, Magno Alves entrou no lugar de Wellington para aumentar o poder de fogo ofensivo.
Quando a partida parecia se encaminhar para o 0 a 0, a justiça – a da torcida tricolor – enfim foi feita. Igor Julião fez grande jogada pela direita e foi parado com falta: Scarpa na cobrança. O camisa 10 cruzou, Gum dividiu, Magno Alves escorou para o meio e a bola sobrou limpa para Cícero soltar uma bomba de pé esquerdo e estufar a rede de Walter para dar ao Fluminense a vitória que estava engasgada. Sétimo gol do camisa 7 no Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 1 FLUMINENSE
Data e horário: 25/09/2016, às 16h (horário de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Gols: Cícero, aos 49′/2ºT (0-1);
Cartões amarelos: Guilherme Arana, Giovanni Augusto e Gustavo (COR); Henrique, Gum e Pierre (FLU)
Público/renda: 19.183 presentes (18.838 pagantes) / R$ 914.004,50
Corinthians: Walter; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Camacho; Rodriguinho, Giovanni Augusto (Gustavo), Marquinhos Gabriel e Marlone (Lucca); Romero – Técnico: Fábio Carille.
Fluminense: Júlio César; Igor Julião, Gum, Henrique e William Matheus; Pierre, Douglas (Marquinho), Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington (Magno Alves) e Marcos Junior (Richarlison) – Técnico: Levir Culpi.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS