terça-feira, 11 de outubro de 2016

BERNARDO VAI FORTALECER GUARDA CIVIL E INVESTIR EM MONITORAMENTO E SEGURANÇA NOS BAIRROS

“No dia do Guarda Municipal fiz questão de vir às ruas para anunciar que vamos melhorar a segurança na cidade fortalecendo a Guarda Civil Municipal e investindo em duas frentes: o monitoramento integrado e a recuperação e ampliação de programas como a Ronda Escolar e a Guarda Comunitária”. O anúncio é de Bernardo Rossi, candidato pela Coligação Petrópolis no Coração, que esteve nesta segunda-feira (10) no bairro Itamarati.Para Bernardo, bem estruturada e com uma boa articulação com as demais forças de segurança, a Guarda Civil é uma peça importante para auxiliar neste processo. “A Guarda não pode atuar só no trânsito, como acontece hoje. É preciso ir além. Vamos fortalecer programas esportivos nas comunidades com o apoio da Guarda, levar mais segurança aos bairros e atender a uma demanda que a população tem apresentado. As pessoas voltarão a ver a Guarda atuando nas ruas auxiliando na segurança”, afirma Bernardo Rossi, candidato pela coligação formada por PMDB, PP, PSC, PSDC, DEM, PSL, PTC, PRTB, PV, PDT, PEN, PROS, PSDB, PMB, PRP, PTB e PHS.

Bernardo vai investir também na instalação de câmeras em diferentes pontos da cidade e na criação de um sistema de monitoramento integrado com todas as forças de segurança, a exemplo do que existe hoje em municípios como Nova Iguaçu, que conta com 76 câmeras, e Niterói, onde toda cidade é monitorada por um sistema que conta com 560 câmeras, entre equipamentos públicos e privados.
“Está crescendo o número de assaltos até nas lojas do Centro e é muita insegurança. Minha filha faz faculdade e não chega antes de 23h em casa. Tenho muita preocupação com a segurança dela. O projeto de câmeras do Bernardo vai diminuir muito a violência, tenho certeza”, afirma a costureira Nair Flório. Para Francisco Bello, o uso de drogas pode ser combatido com a presença da GC. “Na porta das escolas é fundamental a presença da Guarda, Melhora bastante. Tenho netos de 10 e 11 anos e quero os dois fora deste risco”, defendeu.

 “Existem recursos federais disponíveis para investimentos em monitoramento. Mas a cidade tem que ter bons projetos e buscar isso junto ao Ministério da Justiça. É isso que vamos fazer. A segurança é importante não só para os moradores e comerciantes, como para toda economia da cidade, que depende também do turismo. Temos visto nos últimos meses um aumento dos casos de assaltos a estabelecimentos comerciais no Centro, por exemplo. Alguns deles durante o dia. Isso não aconteceria se as câmeras estivessem funcionando de forma eficiente, com um sistema integrado com as polícias Civil, Militar e todos os demais agentes públicos”, explica Bernardo.

A captação de imagens por câmeras é um instrumento importante também no turismo - setor que movimentou R$ 33 milhões, somente no ano passado. “Além de dar segurança aos turistas, as câmeras coíbem a depredação de prédios históricos. Petrópolis recebe por ano 1,5 milhão de turistas e visitantes. São pessoas que ajudam a movimentar a economia e a gerar empregos para os petropolitanos. A cidade tem que estar preparada para receber estas pessoas, com prédios históricos bem cuidados e preservados e também com segurança”, pontua Bernardo Rossi.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS