PESQUISA POR MATÉRIAS

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

terça-feira, 25 de outubro de 2016

PARCERIA COM O TRADE TURÍSTICO É COMPROMISSO DE BERNARDO ROSSI



A empresários do trade turístico reunidos em encontro nesta sexta-feira (21.10) à noite em Itaipava, Bernardo Rossi apresentou seus projetos para que a cidade volte a se desenvolver no setor, um dos pilares da economia, responsável por 8,5 mil postos de trabalho diretos e indiretos e participação de R$ 660 milhões no PIB de Petrópolis.   O encontro teve a participação de 70 pessoas e dirigentes de instituições como Convention Bureau, Sindicato dos Hotéis, NovAmosanta, Sicomércio, Firjan e Associação de Produtores Orgânicos, organizadores do evento. Bernardo, candidato pela Coligação Petrópolis no Coração, classificou o encontro como um dos mais produtivos da campanha. Bernardo é candidato pela coligação formada PMDB, PP, PSC, PSDC, DEM, PSL, PTC, PRTB, PV, PDT, PEN, PROS, PSDB, PMB, PRP, PTB e PHS.

“Mesmo com este potencial e representando riquezas para a nossa cidade, a atual administração pouco investe no setor. A verba de fomento à atividade turística ao longo de todo ano de 2015 foi de R$ 320 mil. Nossa meta é investir de verdade no turismo, sendo a prefeitura parceira da rede turística para que os mais de 1,5 milhão de visitantes que chegam à cidade todos os anos ampliem suas estadias aumentando faturamento do setor e gerando empregos”, destacou Bernardo Rossi.
A atual administração devolveu em fevereiro deste ano R$ 544 mil para o governo federal fruto de convênio com a gestão anterior para a construção de um Centro de Convenções. O dinheiro foi devolvido depois de 38 meses parado, sem uso, nas contas da prefeitura.

“Há recursos. Precisa é ter competência e vontade de fazer. A prefeitura vem deixando de apresentar projetos. Além do Centro de Convenções, perdeu R$ 50 milhões para Mobilidade Urbana. E nossa cidade é turística e precisa tanto de um Centro de Convenções, um pedido de todo o ramo de turismo e da cultura, quanto de investimento em mobilidade. Vamos recuperar o tempo perdido e desenvolver na cidade os projetos, as estruturas, os programas que ela precisa para turismo e cultura serem fortes de novo”, defende Bernardo Rossi.

"Petrópolis realmente precisa de um Centro de Convenções  com grande capacidade para resgatarmos os eventos de negócios, e outros tipos de eventos, principalmente para suprirmos a carência que temos com movimento fraco de segunda a sexta. Além disso, falta mão de obra qualificada na área hoteleira e gastronômica, por exemplo. Temos que capacitar e qualificar esses profissionais para oferecermos atendimento de qualidade ", disse Marcelo Valente, empresário de hotelaria e gastronomia.

Concorda com Marcelo Valente, o presidente da Associação de Guias de Turismo de Petrópolis, André Luís do Amaral: “Petrópolis oferece todo tipo de turismo -  cultural, de compras, gastronômico, eco rural, religioso - mas não é divulgado como deve ser. Temos que mostrar ao visitante tudo que ele pode fazer aqui, criando programação e atrativos para que ele permaneça na cidade e não fique apenas um dia. Acho que Bernardo vai conseguir abrir esse diálogo com todos do setor para que o turismo se fortaleça como a grande vocação que tem e cresça, transformando Petrópolis na cidade mais visitada do estado", defende André Luis do Amaral, presidente da Associação de Guias de Turismo de Petrópolis.

 “Hoje o empresário caminha sozinho, sem a ajuda do poder público que precisa oferecer a infraestrutura para aumentar número de visitantes e sua permanência na cidade”, considera Bernardo Rossi, elencando as ações do seu governo para o setor: “primeiro é ter a atenção que merece. Com uma arena multiuso, divulgação em todo o país e apoio para todos os segmentos turísticos é possível ampliar e consolidar o Turismo. Vamos divulgar Petrópolis, maciçamente, nos portos, aeroportos, feiras e encontros de divulgação turística, além de incluí-la em roteiros culturais e turísticos do Rio de Janeiro. Mas, também é preciso estimular a permanência do turista com atrativos e programação. Também vamos resgatar e fortalecer, junto com os empresários, os polos de moda da Rua Teresa, Bingen e Feirinha de Itaipava, importantes atrativos para o turismo.

Calendário mais completo de eventos e com divulgação antecipada, projetos de mobilidade para os distritos, onde está concentrada boa parte da rede hoteleira; a urgência pela nova pista de subida da serra, e distribuição de água e canalização de esgoto nos distritos. Bernardo falou sobre os projetos para cada uma das áreas abordadas e ainda sobre a instalação de uma UPA em Itaipava, melhoria no transporte público, Parcerias Público-Privadas e o agronegócio.

“Com o poder público dando a infraestrutura adequada a cada setor o empresário tem tudo para expandir. Vejam a gama de possibilidades, de negócios que nossa cidade pode gerar e em todas as áreas. Então, meu compromisso é ser um prefeito parceiro, que estará junto com as empresas para a cidade crescer e voltar a ter emprego e renda”, destacou Bernardo Rossi.