quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

CHUVAS CAUSAM ESTRAGOS EM DIVERSOS PONTOS E DEIXAM A CIDADE EM ESTADO DE ALERTA

Fotos: Grupos do Whatsapp.
As fortes chuvas que caem na cidade desde o começo da tarde da quarta-feira (14), causaram alguns transtornos e prejuízos em diversos pontos. Foram registrados alagamentos e queda de barrancos em alguns bairros. No Thouzet, na localidade conhecida como Sítio do Pica-Pau, um muro de uma residência caiu e na Rua João Xavier, um deslizamento bloqueou a via, impedindo a passagem de carros e do ônibus que serve ao bairro.  A Setranspetro informou que os coletivos que atendem o Moinho Preto estão parando antes da entrada do bairro. E os que atendem a Fazenda Inglesa não estão passando pela comunidade São Francisco.
No Siméria, uma casa foi destruída por um deslizamento. No São Sebastião, um deslizamento atingiu uma casa. Na Mosela, um deslizamento descalçou uma casa. Em todos esses casos, as famílias deixaram os imóveis com segurança.

Na manhã desta quinta-feira, um barreira caiu na Rua Cacilda Becker, no Alto Independência e no Bairro Castrioto, uma buraco se abriu na calçada na beira do rio. Também foram registrados pequenos deslizamentos nos bairros Pedras Brancas, Morin e Meio da Serra.

Segundo a Defesa Civil não há registro de vítimas em nenhuma das ocorrências. Há pelo menos três famílias desalojadas, que foram para a casa de amigos ou parentes e não há desabrigados.   Os maiores índices pluviométricos registrados nas últimas  24 horas foram na João Xavier (126 milímetros), 24 de Maio (115 mm) e Independência (206 mm). Para alertar a população para o risco de deslizamentos generalizados, a Defesa Civil acionou, entre as 15h e as 18h, as 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme – 24 de Maio, Alto da Serra, Bingen, Dr. Thouzet, Independência, Quitandinha, São Sebastião, Sargento Boening, Siméria e Vila Felipe. Pontos de apoio próximos a sirenes foram abertos.

Conforme alerta encaminhado pelo Cemaden à Secretaria de Defesa Civil e Segurança Pública, permanece a previsão de chuvas fortes ao dia (15/12), com o risco de deslizamentos. Em função disso, a recomendação da Defesa Civil é que moradores de áreas de risco não fiquem em casa. Essas pessoas devem procurar um local seguro, como casas de amigos ou parentes que não morem em áreas de risco.

Conforme for a necessidade, os pontos de apoio mantidos pela Prefeitura serão abertos, a qualquer hora do dia. Moradores de áreas de risco que precisarem desses pontos devem ligar para a Defesa Civil pelo telefone 199. A ligação é gratuita.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS