ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA QUER REVER PLANO PARA 2017

Do Diário de Petrópolis - 

Avaliação do quadro atual da classe artística, com propostas para 2017 como a revisão do Projeto Ciranda das Artes e ampliação do diálogo com a próxima gestão do poder público municipal, foram propostas da última assembléia deste ano do Conselho Municipal de Cultura. A pauta para a primeira reunião do ano que vem, em 09 de janeiro, foi definida: revisão do Plano Municipal de Cultura.

Os agentes culturais consideraram de grande importância a detenção de dados existentes na Fundação de Cultura e Turismo sobre o censo cultural, tanto que foi aprovada a solicitação da guarda desse material pelo conselho. A manutenção das reuniões às 18h das segundas 2ªfs do mês também foi votada e aprovada, sendo divulgado o calendário de 2017: 09/01; 13/02; 13/03; 10/04; 08/05; 12/06; 10/07; 14/08; 11/09; 09/10; 13/11; 11/12. Foi discutida a atual situação do Centro de Cultura Raul de Leoni, onde o frequentadores estão enfrentando um ambiente com “problemas de segurança e de uso de drogas” em suas dependências.

“Um dos anseios que percebemos nesta reunião entre os representantes de segmentos foi de um diálogo mais assertivo com a gestão da Fundação de Cultura e Turismo, como do poder público de um modo geral” –destaca o presidente do CMC, Leonardo Randolfo.
O Sistema Municipal de Cultura é composto pelo Conselho Municipal de Cultura, Plano Municipal de Cultura e Fundo Municipal de Cultura. O Plano Municipal de Cultura de Petrópolis foi elaborado por um período decenal, garantindo assim, as políticas públicas para o município na área cultural até 2020, sujeito a revisão.

De acordo com a lei que criou o Conselho, de dois em dois anos o órgão alterna a presidência entre a sociedade civil e o poder público. Nos últimos dois anos foi conduzido por Leonardo Cerqueira, da Fundação de Cultura e Turismo. Leonardo Randolfo está no CMC há 5 anos, tendo exercido a vice-presidência em 2011 e a presidência durante 2012 e 2013. Em 2014 foi conselheiro como representante do Segmento de Canto Coral, retornando à presidência em 2016 para um mandato que termina em dezembro de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia