ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

PROJETO QUE MAPEIA FAMÍLIAS EM ÁREAS DE RISCO ESTÁ EM FASE DE CONCLUSÃO


O trabalho de revisão e ampliação Plano Municipal de Redução de Riscos de Petrópolis está em fase de conclusão pela empresa responsável, a Theopratique, contratada pela Prefeitura. O documento vai atualizar o número de famílias vivendo em áreas de risco e de risco muito alto, quais são essas áreas, as intervenções necessárias e o custo dessas ações. A previsão é que o documento seja apresentado à população em janeiro, por meio de audiência pública, para que possa ser concluído.

Na última sexta-feira (2/12), a empresa apresentou ao prefeito Rubens Bomtempo o documento, que está na fase de revisão de números e outros dados. Participaram da apresentação secretários de governo, técnicos da Prefeitura e da empresa responsável.

“É um Plano Municipal de Redução de Riscos muito rico, que vai permitir uma análise profunda da cidade pelo poder público e pela sociedade para que novos avanços sejam conquistados na prevenção de desastres naturais. Ele deverá dialogar com outros documentos importantes, como o Plano Diretor, que revisamos em 2014, e com o Código de Obras, que encaminhamos à Câmara Municipal há mais de um ano sem que tenha sido votado até hoje”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Em 2007, o primeiro plano da cidade foi apresentado por Bomtempo, em seu segundo mandato na Prefeitura. O documento, construído por meio de convênio da Prefeitura com o Ministério das Cidades em 2005, foi um dos primeiros do país. O plano mapeava os riscos do 1º distrito do município.

O Plano Municipal de Redução de Riscos de 2007 possibilitou que Petrópolis recebesse o PAC Encostas, do governo federal, já que comprovava tecnicamente a necessidade de contenção de encostas em pontos do Carangola, São Sebastião, 24 de Maio, Casemiro de Abreu e outras comunidades. A partir de 2014, Petrópolis passou a receber as contenções que, quando concluídas, representarão cerca de R$ 60 milhões de recursos federais em investimento em prevenção de desastres.

“As contenções do PAC Encostas foram uma vitória para Petrópolis neste mandato do prefeito Rubens Bomtempo. Foram o maior pacote de contenções de encostas da história da cidade, e isso somente foi possível com o Plano Municipal de Redução de Riscos. Muitas delas já concluídas. Quem passa pela Estrada do Carangola, por exemplo, pode ver a barreira dinâmica, a primeira de Petrópolis. Em janeiro, aquela contenção se mostrou fundamental e conteve um deslizamento de rochas e terra que aconteceu ali”, disse o secretário de Defesa Civil e Segurança Pública, Rafael Simão.

O novo Plano Municipal de Redução de Riscos, além de revisar o mapeamento do 1º distrito, é ampliado para os demais distritos (Cascatinha, Itaipava, Pedro do Rio e Posse).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia