sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

DEFESA CIVIL REALIZA PRIMEIRO SIMULADO E ORGANIZA PONTOS DE APOIO


Secretário Paulo Renato Vaz acompanhou a abertura do ponto retomado na Rua João Xavier, no Bingen.
 A Secretaria de Defesa Civil realizou na manhã desta quinta-feira (26.01), o primeiro simulado de abertura dos pontos de apoio em casos de chuvas. Dos 13 locais espalhados pelas dez comunidades que contam com as sirenes do Sistema de Alerta e Alarme, três vão ser reordenados: Duques (Escola Municipal Ana Mohammad), Sargento Boening (Escola Municipal Odette Fonseca) e no Quitandinha (Centro de Educação Infantil Chiquinha Rolla). Estes locais não abriram no primeiro teste e responsáveis serão chamados para colocar os espaços disponíveis em simulados e na prática real.

O secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz, acompanhou de perto a abertura do salão paroquial na Rua João Xavier, no Bingen, ponto recuperado pela atual administração. Na Rua 24 de maio, o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), outro local recuperado, também passou no teste.
“Preparamos o simulado pensando em corrigir os problemas, como a troca das placas que indicam o ponto de apoio que estejam danificadas, ou, se o local não abriu, entender os motivos e resolver. Essas questões pontuais serão sanadas para que em um momento de crise tudo esteja funcionado”, disse o secretário Paulo Renato Vaz".

O teste começou às 9h, com uma mensagem em um grupo de Whatsapp, que conta com os responsáveis pela abertura dos pontos de apoio, informando sobre a possibilidade de fortes chuvas. Às 9h30, foi pedido para que eles fossem aos locais e deixassem abertos para a população. Às 10h15, o simulado foi encerrado. Ângela Lima, que tem a chave na Rua João Xavier, considerou importante o simulado.

“Como estávamos sem o local de apoio, o teste é importante para mostrar aos moradores que o ponto vai abrir. Todos os problemas foram resolvidos pela nova administração da Defesa Civil. Estamos muito satisfeitos”, disse Ângela.

Petrópolis conta com 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme instaladas em dez comunidades com áreas de risco: 24 de Maio (Morro do Estado e Rua Nova); Alto da Serra (Ferroviários); Bingen (João Xavier); Dr. Thouzet (Dr. Thouzet); Independência (Rua Ó e Taquara); Quitandinha (Amazonas, Ceará, Duques, Espírito Santo e Rio de Janeiro); São Sebastião (Adão Brand e Vital Brasil); Sargento Boening (Rua E); Siméria (Frente para o Mar); Vila Felipe (Campinho e Chácara Flora).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI