ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CPTRANS SUSPENDE AUTORIZAÇÃO DA TRANSPAL


 A Transportadora São Pedro de Alcântara (Transpal) está impedida de atuar em Petrópolis a partir desta sexta-feira (17). A empresa não vinha cumprindo as exigências da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) em garantir a qualidade do serviço aos usuários. No lugar dela estão atuando os ônibus da Turb, com duas novas linhas Posse x Jurity e Posse x Albertos, atendendo a região do Brejal, no quinto distrito. 

O prefeito Bernardo Rossi acompanhou pessoalmente o início das operações da empresa no Brejal na tarde desta sexta-feira, acompanhado do diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco e técnicos da companhia. Em janeiro, quando a CPTrans realizou a fiscalização nas permissionárias, encontrou uma série de irregularidades nos dois ônibus que, à época, atendiam as linhas da Transpal. Em um deles foram encontrados sete problemas, que foram notificados. O outro sequer foi autorizado a circular, devido às péssimas condições do veículo. A empresa também vinha descumprindo outras obrigações, como a não garantia dos horários e colocando, inclusive, a vida dos usuários em risco.

“Desde que assumimos o governo temos olhado com carinho para as pessoas do Brejal. Ainda na época da campanha, eles me relatavam as péssimas condições dos ônibus que atendiam a área. Pedi à CPTrans que desse atenção especial a esse tema. Em um primeiro momento tentamos conversar, notificamos e pedidos a empresa que se adequasse, mas, como não foi possível, cancelamos a autorização de circulação dos veículos na cidade”, explicou o prefeito Bernardo Rossi.

Para a CPTrans, problemas causados pela Transpal no município culminaram dia 30 de janeiro quando um motorista foi flagrado pela Polícia Militar dirigindo um ônibus da empresa, na Posse, visivelmente embriagado. Na ocasião, as autoridades apreenderam o homem. Ele foi multado, teve a CNH recolhida e o ônibus também foi apreendido. “Desde que assumimos a CPTrans estávamos negociando com as demais permissionárias do município para que uma delas assumisse as linhas, tão logo a Turb, que está em situação regular com o município, se prontificou a realizar o serviço, nós
notificamos a Transpal para que parasse e circular na nossa cidade”, destacou Maurinho Branco.

O diretor da Turb, Jean Moraes, explica que a empresa assumiu em caráter de urgência a operação das linhas que atendem o Brejal para que a população não ficasse desassistida. O atendimento, que acontece em fase de testes, vai sofrer ajustes nos próximos dias. “Essa medida faz parte de um grande planejamento operacional focado na melhoria da mobilidade urbana para os moradores dos distritos”, finalizou.