ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

DEFESA CIVIL E EXÉRCITO PLANEJAM AÇÕES DA CAMPANHA 'XÔ MOSQUITO"


 O secretário de Defesa Civil, Coronel Paulo Renato Vaz, esteve reunido com o comandante do 32º Batalhão de Infantaria Leve, Tenente Coronel Ronald Mandim, para planejar as ações da campanha "Xô Mosquito". O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (02.02). A partir de agora, o Exército vai atuar nas escolas municipais, estaduais e particulares, e a Defesa Civil vai fazer ações nas creches, centros de educação infantil (CEIs) e asilos. Além disso, a banda do Batalhão vai se apresentar no lançamento da campanha “Xô Mosquito”, que acontece segunda-feira (06.02), no Centro de Educação Infantil Jorge Rolando da Silva, no Morin.

O secretário Paulo Renato Vaz lembrou que a participação do Exército na campanha foi um pedido do Prefeito Bernardo Rossi. “O primeiro contato feito com o 32º Batalhão foi através do Prefeito Bernardo Rossi, que veio pessoalmente solicitar a participação do exército. Estamos agora discutindo na prática as ações e as formas de atuar”, disse o secretário.

“O Exército tem que estar pronto para atuar de forma integrada com o município”, afirmou o Tenente Coronel Ronald Mandim. “No Rio de Janeiro a participação dos oficiais na campanha de combate ao mosquito é muito grande. Começamos a fazer em dezembro, nas escolas municipais, e agora estamos ampliando o trabalho em parceria com a Defesa Civil”, explicou.

A participação dos agentes da Defesa Civil na intensificação do combate ao mosquito será de forma preventiva. "A integração entre as secretarias é fundamental para que a campanha ‘Xô Mosquito’ funcione”, disse Paulo Renato Vaz. “A participação do Exército mostra a importância que devemos dar ao assunto. Existe uma preocupação com o número de casos de chikungunya no Rio de Janeiro. Como estamos próximos a capital, devemos redobrar a atenção”, disse.

Agentes passam por treinamento
            Os agentes da Secretaria de Defesa Civil participaram de um treinamento, na manhã desta quinta-feira (02.02), na Sala de Cooperação da Defesa Civil, para atuação no combate ao Aedes aegypti na campanha "Xô Mosquito". As atividades que serão realizadas foram apresentadas à equipe.


"A Defesa Civil vai atuar nos Centros de Educação Infantil (CEIs) do município e nos abrigos para idosos. Nossa maior preocupação neste verão é com a febre chikungunya. O vírus pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo, mas os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças e idosos", explicou o Secretário. "Existe uma Diretriz Nacional que estabelece e orienta a atuação da Defesa Civil no combate ao Aedes aegypty em todo o território nacional. A integração entre as secretarias é fundamental para que o combate ao mosquito funcione", disse.



Ação contra dengue nos Centros de Educação Infantil
A partir da próxima segunda-feira até o dia 9 de março, equipes da Defesa Civil percorrerão os Centros de Educação Infantil (CEIs) da rede municipal de ensino com a intenção de fazer atividades educativas sobre a importância da prevenção à dengue, zika e chikungunya, doenças causada pelo mosquito Aedes Aegypti.  As ações fazem parte da campanha “Xô, Mosquito”, desenvolvida pelo município em conjunto por diversos órgãos. A primeira visita vai ocorrer na segunda-feira (06.02) às 9h, no CEI Jorge Rolando da Silva, no Morin. O encontro contará com a participação da banda do 32º Batalhão Dom Pedro II. Além disso, os técnicos da Defesa Civil mostrarão para as crianças como um drone pode ser usado na identificação de possíveis focos do mosquito. A Cruz Vermelha também vai participar da ação doando 200 repelentes para reforçar o combate.

Todas as visitas nos CEIs serão abertas para que os pais e a comunidade possam acompanhar o trabalho da Defesa Civil no combate a proliferação do mosquito que, além de transmitir a dengue, também é o responsável pela zika e chikungunya. A intenção é que as equipes visitem quatro CEIspor dia, duas visitas serão feitas na parte da manhã, das 9h às 11h, e outras duas à tarde, das 14h às 16h.
"Nossa maior preocupação neste verão é com a febre chikungunya. O vírus pode afetar pessoas de qualquer idade ou sexo, mas os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças e idosos", explicou o secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz.

"Existe uma diretriz nacional que estabelece e orienta a atuação da Defesa Civil no combate ao Aedes Aegypti em todo o território nacional. É importante lembrar que as crianças são nosso futuro, então vamos ensinar desde pequenos a como combater o mosquito", disse.

Um vídeo educativo será exibido para as crianças e os agentes, coordenados pelo tenente-coronel Alexandre Gileno. As equipes percorrerão os espaços de cada CEI para mostrar os lugares que podem ser possíveis focos do mosquito. Dinâmicas também serão feitas com as crianças.
“Essa ação é muito importante para a rede municipal de ensino, todos os Centros de Educação Infantil estarão de portas abertas para receber os agentes da Defesa Civil porque a conscientização tem que começar pelas crianças, elas repassam tudo o que aprendem para a família. Os pais também devem participar desse momento com os pequenos, para mostrar a eles o quanto é importante à prevenção”, disse o secretário de Educação Anderson Juliano.

Além do CEI Jorge Rolando da Silva, os CEIs Tia Alice e Professora Sônia Regina Scudese, no Alto da Serra também receberá a visita dos agentes. Já na terça-feira, dia 7, os agentes percorrerão os CEIs Ângela Maria da Conceição, na Posse; Criança de Santa Edwiges, na Vila Rica; José Gonçalves da Motta, na Posse e Professora Graça Costa, em Pedro do Rio. Na quarta-feira, dia 8, as visitas seguirão nos CEIs Vila Leopoldina, em Pedro do Rio; Prefeito Sérgio Fadel, em Madame Machado; Santo Agostinho, em Nogueira e Luiz Marchiori, em Itaipava. Na quinta-feira, dia 9, a ação ocorrerá nos CEIs Denise Bessa, em Araras; São Francisco de Assis, no Moinho Preto; Vista Alegre, em Araras e Associação Beneficente Fazenda Inglesa, na Fazenda Inglesa. Para fechar a semana, na sexta-feira, dia 10, serão visitados os CEIs Criança Moinho Preto, no Moinho Preto; Casa Solidariedade Fazenda Inglesa, na Fazenda Inglesa; São João Batista, no Duarte da Silveira e Aldeia da criança, no Contorno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia