segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

MATRÍCULAS NA REDE MUNICIPAL CHEGAM A 878 NOVAS INSCRIÇÕES EM 2017

Com mais de 42 mil alunos matriculados, a rede municipal de ensino de Petrópolis recebeu, de acordo com o número de matriculas realizadas pela internet em dezembro de 2016, mais 878 novas inscrições. Destes, 522 alunos migraram da rede particular de ensino.

“Esse número de 878 novas matrículas é referente aos cadastros feitos pela internet em dezembro. Em janeiro e fevereiro mais alunos novos ingressaram na rede municipal de ensino. Nessa gestão, aumentamos alguns convênios para poder atender da melhor maneira possível mais esse público”, aponta o secretário de Educação, Anderson Juliano.

O processo de renovação de matrícula começa em outubro nas próprias escolas da rede. Nesse mês, as diretoras da rede fazem uma lista com os nomes das crianças que continuarão a estudar na unidade de ensino. Em dezembro é aberto o cadastro de matrícula pela internet. No cadastro eletrônico, os pais indicam a escola de preferência e mais uma opção. O aluno é direcionado para a unidade escolhida caso exista vaga.

 “Em janeiro e fevereiro, cerca de 90% do atendimento que é realizado no setor de matrículas da secretaria de Educação se destina a pedido de transferência de escolas ou cadastro para CEIs, além dos pais e responsáveis que perderam os prazos de matrícula do ano anterior e daqueles que decidiram, no começo do ano, realizar o ingresso dos filhos na rede municipal. O atendimento no setor de matrícula funciona de segunda a sexta-feira, as 8h30 às 18h30 e o tempo de espera na fila não supera os trinta minutos”, afirmou Tânia Maltez, responsável pelo setor de matrícula.

A secretaria de Educação garante que existem vagas para serem preenchidas no ensino fundamental I e II em várias escolas. “As crianças que estão no ensino fundamental não ficam sem escola. O que acontece é que às vezes não há vaga na escola que os pais preferem. Nesse caso, a criança é direcionada para outra unidade escolar, levando-se em consideração a  proximidade com a residência da família. Mas, acontece também dos pais mudarem de residência ou de emprego e, nesse caso, eles voltam na secretaria pedindo a transferência para outra unidade escolar”, explicou o secretário de Educação.


 Cadastro para CEIs
No caso dos Centros de Educação Infantil, o município dispõe de 68 unidades funcionando na rede e a demanda de crianças cadastradas que estão aguardando vagas é de aproximadamente 2.750, herança da falta de investimentos no setor ocasionado pelo descaso da gestão anterior. Para mudar esse quadro um levantamento com o número de crianças a espera de vagas em cada bairro foi elaborado e a meta da secretaria de Educação é inaugurar futuramente outros CEIs e aumentar o número de convênios, para atender a real necessidade do município.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS