| ESTADO

RIO DE JANEIRO É AUTORIZADO A BUSCAR EMPRÉSTIMO DE R$ 2,9 BI EM BANCOS PRIVADOS

Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil -  Um dos últimos obstáculos para o Rio de Janeiro buscar empréstimos de até R$ 2,9 bilhõ...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

PREFEITURA PAGA DÍVIDA DE R$ 972 MIL COM HOSPITAL CLÍNICO DE CORRÊAS


Além da dívida de R$ 13 milhões com o Hospital Santa Teresa deixada pela gestão anterior, a prefeitura está assumindo o pagamento de mais débitos por serviços prestados de saúde, desta vez de R$ 972 mil com o Hospital Clínico de Corrêas. E parte desta dívida se refere a atrasos de parcelas acordadas judicialmente entre a instituição e o governo passado. O acordo com o HCC foi firmado nesta quarta-feira (08.02) em reunião entre o prefeito Bernardo Rossi e o diretor do hospital, Marco Paulo Cordeiro.

“Tirar a prefeitura do vermelho e colocar as contas em dia é uma das missões difíceis da nova gestão. Não é fácil gerir um município e manter os pagamentos do dia a dia da prefeitura tendo que quitar uma série de débitos deixados pelos antigos gestores. Mas, a cada dia buscamos mais soluções para sanear as dívidas e acertar a situação financeira daqui para frente”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.
Com 80 anos de fundação, o Hospital, que disponibiliza 10 leitos de UTI pelo SUS deixou de receber em dezembro R$ 272 mil. A este valor soma-se ainda uma parcela de R$ 100 mil, de acordo judicial de dívidas firmado em 2013 e ainda mais R$ 700 mil das parcelas vindouras deste acordo previstas para pagamento até junho deste ano.

Pelo presente acordo serão pagas, ainda este mês, duas parcelas de R$ 272 mil e R$ 100 mil, em semanas alternadas. Os outros R$ 600 mil serão parcelados em 12 meses com previsão de desembolso de R$ 50 mil mensais. “Todos os parceiros da Saúde pública com prestação de serviços são importantes para a nossa cidade e estamos procurando restabelecer estas contas e mantê-las em dia”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

O Hospital investiu recentemente R$ 10 milhões em obras e equipamentos e presta um serviço de qualidade. Estamos agora confiantes da regularização das contas com o prefeito Bernardo Rossi”, afirma Alexandre Pessurno, diretor administrativo da unidade.

Marco Paulo Cordeiro, diretor geral do HCC, se diz otimista com a nova gestão. “Temos mais cinco leitos a serem credenciados pelo SUS para oferecer no total 15 leitos ao atendimento público”, antecipa. Desde o ano de 2012, quando foi inaugurada a Unidade de Terapia Intensiva, o Hospital Clínico de Corrêas registrou a internação de 1.270 pacientes em leitos de UTI.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI