ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

SECRETÁRIA DE SAÚDE LANÇA COMITÊ DE ENFRENTAMENTO ÀS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO AEDES AEGYPTI


A fiscalização sanitária, cumprindo as atuações previstas na campanha ‘Xô Mosquito’, vistoriou quatro comércios no bairro Caxambu, na manhã desta quinta-feira (02.01). A ação conjunta entre a secretaria de Saúde e a fiscalização, subordinada à Fazenda, foi destinada a um dos bairros com nível médio de risco de proliferação do Aedes Aegypti de acordo com o último LIRAa (Levantamento de Índice Aápido de Aedes Aegypti).

 No local não foram encontrado criadouros, mas os fiscais sensibilizaram a população sobre os cuidados para se evitar a formação de depósitos do vetor. Paralelamente, o secretário de Saúde, Silmar Fortes, formalizou em reunião junto às equipes de atendimento de urgência e emergência do município, a atuação do comitê de enfrentamento às doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti que prevê a reformulação do Plano de Contingência da área, definição de fluxos, treinamentos, atendimento e manejo clínico do paciente.
“Nós ganhamos multiplicadores importantes neste período com o apoio da Defesa Civil, secretaria de Fazenda, Educação, da Polícia Militar e do Exército. Os nossos agentes de endemias estão concentrados nas áreas de nível médio de proliferação do mosquito e uma vez que já temos casos confirmados da dengue na cidade precisamos agir com ainda mais prontidão exterminando possíveis criadouros”, alertou.

O comitê de enfrentamento é formado por representantes das UPAs, Hospital Municipal Nelson de Sá Earp, Posto de Saúde do Alto da Serra, Atenção Básica, Vigilância Sanitária, Epidemiologia, Centro de Saúde e serviço de Análises Clínicas. Foi realizado um levantamento para estabelecer os fluxos de atendimentos aos pacientes acometidos principalmente pela dengue, doença que pode levar a morte mais rapidamente devido à desidratação. Estão previstas a criação de um ponto de hidratação, fluxos de atendimento médico e de acolhimento de enfermagem, além da elaboração do plano de contingência que terá ações previstas para todo o ano.

“Nossas equipes de prevenção já foram treinadas, agora vamos capacitar e atualizar os médicos e enfermeiros da rede sobre como diagnosticar, tratar e acompanhar o paciente acometido pela doença até uma possível internação. Nós precisamos direcionar esses atendimentos iniciais para os postos e unidades básicas de saúde e os casos urgentes direcionamos para as UPAs, Pronto Socorro do Alto da Serra e Hospital Municipal Nelson de Sá Earp onde implantaremos os postos de hidratação”, explicou.

A campanha "Xô Mosquito" está sendo elaborada pela secretaria de Saúde, com o apoio da Defesa Civil. As regiões identificadas no último levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRAa) com a presença do vetor foram Boa vista, Cascatinha, Caxambu, Itaipava, Madame Machado, Pedro do Rio, Secretário e Posse, nestas áreas os agentes estão em uma ação intensiva junto às comunidades.


A Defesa Civil orienta que, em caso de chuva forte, moradores busquem abrigo em locais seguros.
  “É fundamental que moradores jamais permaneçam em imóveis ou áreas já interditados pela Defesa Civil. Esses moradores devem procurar local seguro, como casas de amigos ou parentes que não fiquem em áreas de risco”, orienta o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato.