ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

VEÍCULOS DE FERRO-VELHO SÃO RETIRADOS DE RUA NO MOINHO PRETO


Dois dos 15 veículos abandonados de um ferro-velho, às margens da BR-040, no Moinho Preto, foram removidos nesta sexta-feira (10.02), em uma operação conjunta entre a Secretaria de Planejamento, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico e a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). O dono do estabelecimento já deveria ter retirado os automóveis para um terreno próprio na última terça-feira (07.02) em cumprimento a uma ordem judicial. No momento da ação, apenas os filhos do proprietário estavam no local.


Os dois veículos rebocados, um Gol e um Monza, foram levados para o depósito da Rodando Legal, no Morin. Para retirar os veículos, o proprietário deverá pagar multas, além do arcar com as taxas de reboque e diárias. Além disso, também precisará reflorestar uma área de quase 2.000m² com 300 árvores. As medidas ambientais também incluem a realização da impermeabilização do solo, onde o material ficou armazenado. O proprietário deverá, ainda, apresentar o licenciamento da área.

“Estamos cumprindo uma determinação da justiça, que deu prazo até o último dia 7 para a remoção dos veículos. Como o dono do ferro velho não cumpriu com ordem, começamos a fazer a retirada dos carros. Esse processo será continuado na próxima semana, caso o proprietário do imóvel não faça a remoção dos carros”, explicou o coordenador e futuro secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio.

O fiscal da secretaria de Meio Ambiente, Miguel Fausto, destaca que os danos ambientais são grandes em virtude das peças de veículos e óleo espalhado pelo chão. “Pedindo as alterações estaremos preservando uma área de vegetação importante naquela área”, destacou.

“O proprietário do ferro velho havia se comprometido a retirar os veículos até a o prazo, mas, infelizmente, não o fez. Nosso papel é fiscalizar e, como ele não cumpriu a determinação, precisamos remover dois dos veículos que atrapalhavam a via, agora esperamos que ele faça a remoção dos outros carros e carcaças”, explicou o diretor técnico ambiental da CPTrans, Luciano Moreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia