ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 20 de março de 2017

CENTRAL DE AMBULÂNCIAS DO SAMU PASSA POR ESTRUTURAÇÃO

 A Secretaria de Saúde está implantando uma Central de Ambulâncias para organizar a regulação de transporte de pacientes no município. O objetivo é melhorar a assistência aos internados nos hospitais, facilitar o trâmite de realização de exames dentro e fora da rede e otimizar o envio de pacientes em tratamento contínuo a clínicas intermunicipais. A central ficará instalada no SAMU, que também ativará neste mês a base da Posse, desativada no governo anterior por falta de manutenção na ambulância do posto.
O secretário de Saúde, Silmar Fortes, anuncia também que o município receberá, nos próximos dias,quatro ambulâncias, sendo uma para São José do Vale do Rio Preto, que foram utilizadas nas Olimpíadas.

“Após uma sentença da procuradora federal, Vanessa Seguezzi, nós conseguimos quatro ambulâncias novas que estavam desde as Olimpíadas paradas em Nova Iguaçu. Nos próximos dias o oficial de justiça irá lá para realizar a apreensão dos veículos que complementarão a nossa frota”, afirma Silmar Fortes.

Com as novas aquisições, o município passa a contar com 19 ambulâncias para prestar assistência à população. A frota também passou por manutenção, a última ambulância pertencente à base da Posse, estará em operação até o fim do mês.

O coordenador do SAMU, Cláudio Lázaro, informou que a base reestabilizada assistirá aos moradores de Posse, Pedro do Rio, Brejal, Secretário e Itaipava.

“Essa base foi desativada em novembro do ano passado por conta de uma ambulância quebrada. O governo anterior não autorizou a manutenção e então a população ficou todo esse tempo sem assistência. Agora o serviço vai voltar ao normal na Posse e as demais ambulâncias ficarão localizadas no SAMU para a nossa regulação”, afirma Cláudio.

Com a nova estrutura, o SAMU passa a ter a regulação dos pedidos de envio de pacientes para todo os hospitais, clínicas e de atendimento de urgência e emergência da rede municipal de Saúde.

“Nós ficaremos com a posse das ambulâncias sanitárias e, pelo novo sistema, o paciente vai ser regulado pelo SAMU, o que traz mais agilidade ao atendimento. Antes o paciente aguardava para realizar exames, ou até mesmo transferência entre os hospitais, pois havia apenas uma ambulância para os atendimentos de urgência. Agora nós colocaremos toda a nossa frota à disposição para melhor assistir a nossa população”, explica Cláudio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia