ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 27 de março de 2017

CHOQUE DE ORDEM NOS BAIRROS REGISTRA 40 OCORRÊNCIAS

Operação foi realizada em Cascatinha, Alto da Serra, Mosela e Bingen, além da 13 de Maio
A ação integrada entre Guarda Civil e Polícia Militar, que conta com o apoio ainda de Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Vara da Infância e Juventude e Coordenadoria de Fiscalização, chegou aos bairros. Na noite de sexta-feira (24.03), foi realizada a primeira edição do choque de ordem em Cascatinha, Alto da Serra, Mosela e Bingen, além da 13 de Maio, onde aconteceram todas as operações anteriores. O saldo final foi de 40 ocorrências, sendo a maioria por estacionamento irregular (três veículos foram rebocados) e apenas um por som alto.


Para o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, a realização do choque de ordem nos bairros cumpriu o desejo dos moradores desses locais. Segundo ele, a intenção é expandir essa atuação para mais locais.

“O resultado foi bastante positivo. Depois que realizamos as primeiras operações no Centro, os moradores de diversos bairros vieram pedir a nossa presença. Fizemos o planejamento para essa ação e vamos continuar estudando a realização em outros locais, para atender a essa demanda. A população precisa ter certeza que o Poder Público está presente”, disse Calomeni.

Das 40 ocorrências, 37 foram notificações por estacionamento irregular. Na 13 de Maio, dois carros foram rebocados pela CPTrans por estarem sobre calçadas. O mesmo problema foi identificado com um automóvel no Bingen. Os veículos foram levados para o pátio do reboque, que fica no Morin, e podem ser retirados após o pagamento das taxas de diária e de remoção.
Ainda no Bingen, um bar foi notificado por causa de som alto.

Não houve identificação de nenhum caso de oferta ou consumo de bebidas por menores de 18 anos ou apreensão de drogas. Ninguém foi levado para a delegacia.
A Guarda Civil atuou com cinco carros e uma moto. A PM trabalhou com dois carros e cinco motos. A CPTrans disponibilizou um carro, uma moto e dois reboques. A Vara da Infância e da Juventude e a Coordenadoria de Fiscalização utilizaram um carro cada. O choque de ordem envolveu 30 pessoas e dois cães farejadores.

O choque de ordem é fruto da atuação integrada entre as forças de segurança, do Poder Judiciário e de órgãos de fiscalização. As primeiras três edições aconteceram apenas no Centro e foram um sucesso ao coibir irregularidades em torno de bares. Essas ações foram bastante elogiadas pela população.

“O choque de ordem era uma necessidade diante da bagunça que se tornou a 13 de Maio por causa da falta fiscalização. Não é possível que, para que algumas pessoas se divirtam, outras fiquem prejudicadas no trânsito ou sejam incomodadas com som alto. Também não podemos permitir crimes como oferta de bebidas para menores de 18 anos e tráfico de drogas. Desde o início dessa ação, a população entendeu que o nosso objetivo não é impedir qualquer pessoa ter o seu momento de lazer”, analisou Calomeni.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia