ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 2 de março de 2017

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA ESTUDA FORMA DE REATIVAR CID´S



A Secretaria de Desenvolvimento Econômico está fazendo um levantamento sobre a situação dos 54 Centros de Inclusão Digital (CIDs) que existem no município. Programa criado em 2010, ele foi sendo desativado ao longo dos anos e na gestão passada culminou com 48 deles inativos.  A prefeitura, agora, busca a retomada do projeto que será feita de forma gradual.
 Os CIDs, com computadores, acesso à internet e estagiários cedidos pela prefeitura, foram criados com a intenção de oferecer iniciativas de inclusão digital para a comunidade, como cursos para a terceira idade, inclusão digital a jovens e adultos, aulas de introdução à informática e impressão de guias. No entanto, por falta de manutenção e investimentos, a maioria deles ficou fechada durante o último ano. Um dos exemplos de um CID que funciona de forma precária é o localizado na Vila São José. A chave do espaço está com a associação de moradores desde o ano passado e um voluntário da comunidade foi designado para tomar conta do espaço.

“Os CIDs são muito importante para a comunidade porque é por intermédio deles que muitas pessoas têm acesso a serviços informatizados, facilitando, inclusive, o desenvolvimento de cada bairro. Nestes centros, cidadãos de todas as idades acessavam a internet, com a orientação de instrutores também responsáveis pelos cursos de informática em diversos níveis. O CID se caracteriza por ampliar as oportunidades de emprego e renda, facilitando o acesso à capacitação dentro das comunidades. Um levantamento está sendo feito e vamos reorganizá-los para que possam atender a comunidade de forma satisfatória”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

Petrópolis possui um ambiente favorável para a tecnologia da informação devido às várias instituições de ensino e empresas de projeção nacional instaladas no município. Por isso, o governo possui o interesse em reativar o programa.Para a reativação dos CIDs, estagiários serão contratados.

“Estamos buscando parcerias, inclusive com universidades para que estagiários trabalhem nos centros ajudando a população no uso dos computadores. A intenção é a de retornar as atividades gradativamente, priorizando as comunidades mais carentes”, disse Darlan Mendes, diretor do departamento de Ciência e Tecnologia.