ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 27 de março de 2017

VAGAS DEMARCADAS EM CORRÊAS GARANTEM A MOBILIDADE DOS USUÁRIOS

Encontrar vagas próximo ao comércio foi o principal motivo de elogios dos motoristas de Corrêas, que contam, a partir desta segunda-feira (27), com 57 vagas do estacionamento rotativo. Com valor de R$ 2 reais a hora e possibilidade de utilizar o espaço por até 6 horas seguidas, a Rua Vigário Corrêa e o entorno da Praça Luiz Furtado da Rosa foram contempladas com a demarcação das vagas.


Eu nunca conseguia parar aqui porque as pessoas deixavam seus carros o dia inteiro e a gente acabava não achando vagas. A opção era pagar um estacionamento que tem lá na frente e custa R$ 5 a hora. Minha sogra tem 78 anos e tenho uma pessoa cadeirante na família, então, utilizar o comércio por aqui acabava sendo muito complicado. Agora a situação é outra”, elogiou o aposentado, Carlos Alberto Braga, que, por ter utilizado o comércio local com compras acima de R$ 12, pode requerer a gratuidade na primeira hora de estacionamento.
O empresário Jorge Gonçalves, morador do Jardim Salvador, disse que sempre precisa usar o comércio da região, mas que dificilmente conseguia encontrar uma vaga para estacionar. “Às vezes você tem uma coisa para resolver no banco, como sacar dinheiro por exemplo, mas precisa parar longe porque não acha vagas por perto. Essa iniciativa é muito positiva. Sem dúvida vai trazer melhorias até mesmo para o comércio da região”, disse.

Com a ampliação das vagas de rotativo para Corrêas, Petrópolis passa a ter um total de 1.802 vagas. Destas, 731 são da área branca, as demais se enquadram na área azul, cujo o valor é de R$ 3 a hora e o tempo de permanência pode chegar a até 4 horas. A diferença nos preços foi definida no edital de contratação da empresa. As áreas são selecionadas levando em conta a demanda de ocupação inferior a 40%. A reclassificação dessas áreas pode ser feita a cada três meses.

“A expansão do rotativo foi uma solicitação que fizemos à Sinalpark para poder aumentar a mobilidade nessas áreas. Em Corrêas, por exemplo, as reclamações de estacionamento irregular eram muitas. Queremos, com as vagas rotativas, dar a oportunidade de que todas as pessoas possam parar e resolver suas coisas, sem prejudicar a mobilidade do próximo”, destaca o diretor-presidente da Companhia Petropolitana de Transito e transportes, Maurinho Branco.


Usuários do comércio e doadores de sangue têm direito a uma hora de gratuidade nas vagas de rotativo
Usuários do comércio e doares de sangue têm direito a uma hora de gratuidade. A solicitação do benefício pode ser feita em dois casos: o primeiro, válido para todo o município, é dado quando comprovado o gasto de, no mínimo, R$ 12em compras no comércio. O motorista terá o valor cobrado ao estacionar o veículo e, após requerer a gratuidade mostrando a nota fiscal de compra, terá o valor ressarcido pelo controlador no ato.

As exceções acontecem na área do polo de modas da Rua Teresa. Na via principal e nas adjacentes, ruas Aureliano Coutinho e Visconde do Bom Retiro, o valor mínimo de consumo deve ser de R$ 60 de compra, válido por uma hora e, no máximo cinco horas estacionado, comprovando o consumo de R$ 300. Para conseguir o benefício, é necessário seguir algumas regras: é preciso que haja, ao menos, três pessoas em veículo de passeio e devem ter 16 anos ou mais. No caso das vans, devem ter, no mínimo, sete pessoas, mas as regras de aquisição são as mesmas. Ano passado, R$ 70 mil foram devolvidos a quem comprovou, por meio da nota fiscal, a compra no comércio local.

Os doadores de sangue receberam, em 2016, R$ 39 mil em benefícios. Nesses casos, também estão assegurados o direito à primeira hora de gratuidade em estacionamentos rotativos. Para isso, deverá ser feito a comprovação através da apresentação de documento de identificação de doador, com foto, validade e atestado ou declaração confirmando a doação efetuada no ano em curso ou, ao menos, no ano anterior. Ambos são emitidos por Banco de Sangue. O motorista deve comparecer à CPTrans onde receberá um cartão, que dará direito ao benefício.


Compra dos bilhetes pode ser feita com controladores ou virtualmente
Os controladores estão com um equipamento portátil para fazer a cobrança do estacionamento, caso o motorista encontre dificuldades. Já os parquímetros aceitam moedas ou cartão eletrônico, que pode ser adquirido na sede da empresa Sinalpark (Rodoviária do Centro), naCPTrans, nos pontos de venda fixos ou ainda com os controladores do rotativo.
O motorista também pode optar pelos canais virtuais, como internet (www.estarpetropolis.com.br), aplicativos para smartphones (DigiPare), central de atendimento por telefone (0800 941 3444) ou ainda SMS (27317). Nestes casos, com a utilização do cartão de crédito.