segunda-feira, 10 de abril de 2017

CÂMARA APROVA REFORMA ADMINISTRATIVA QUE CORTA 180 CARGOS E ECONOMIZA R$ 1,3 MI POR ANO


Aprovado na Câmara de Vereadores em sessão extraordinária realizada na tarde desta segunda-feira (10), o projeto de reforma administrativa encaminhado pelo prefeito Bernardo Rossi sairá do papel ainda este mês, possibilitando uma economia de R$ 1,3 milhão por ano aos cofres do município – R$ 5,2 milhões nos 4 anos da atual administração. O projeto extingue 180 cargos comissionados e funções gratificadas e foi protocolado na Câmara na semana passada. Após ser discutida e aprovada em primeira e segunda votação, a reforma retornará ao executivo para ser sancionada pelo prefeito.

“Os vereadores entenderam a importância de promovermos esta reforma para o melhor funcionamento da máquina e, por consequência, melhor prestação de serviços aos petropolitanos. Estamos reduzindo cargos comissionados e funções gratificadas. Com esta economia, poderemos redirecionar recursos para serem aplicados em outras áreas”, afirma o prefeito Bernardo Rossi, destacando que a aprovação deste projeto mostra que a Câmara está em sintonia com os anseios da população.

“A entrega deste projeto à Câmara, ainda nesta fase inicial do governo, dentro dos 100 primeiros dias da administração Bernardo Rossi, deixa claro o compromisso da atual gestão com a cidade e com os petropolitanos. É uma medida importante que para toda a cidade, que tem o apoio do legislativo”, avalia o presidente da Câmara de Vereadores Paulo Igor.

A reforma redimensiona a estrutura da máquina pública, reordena cargos e atribuições dos servidores, e reduz o número de pastas da administração direta e indireta. “A intenção dessa reestruturação é dinamizar os serviços e deixá-los mais eficientes para atender a população, e ao mesmo tempo dar transparência às ações do governo”, destaca o prefeito, lembrando que a reestruturação tem a chancela da Fundação Getúlio Vargas.

“Foram três meses de estudos, cruzamento de dados e informações sobre as funções de cada um dos órgãos. Neste período verificarmos o funcionamento da estrutura com a aplicabilidades dessas mudanças, ou seja, confirmamos que na prática estas mudanças irão funcionar”, explica o prefeito.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS