ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quarta-feira, 5 de abril de 2017

DEFESA CIVIL APRESENTA CENÁRIO DE INCÊNDIO FLORESTAL NO ECADEC


Além das chuvas intensas seguidas por inundações, deslizamentos de terras e vendavais, a Defesa Civil de Petrópolis também vai apresentar um cenário de incêndio florestal no Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (ECADEC), que acontece na cidade entre os dias 31 de julho e 4 de agosto. A ideia foi proposta pelo secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, já que o órgão, ao lado do Ministério Público Federal, está traçando um plano de ação para redução e combate às queimadas que atingem o município no período de estiagem.

 O secretário vai estar reunido na quinta-feira (06.04) na sede 32° Batalhão de Infantaria Leve - Batalhão Dom Pedro II, com representantes do Exército, Marinha e Aeronáutica, Secretaria de Estado de Defesa Civil, com os secretários de Defesa Civil de Teresópolis e de Nova Friburgo,além da presença de um técnico do Ministério da Defesa para alinhar o treinamento no município.
 “Prevenção deve ser prioridade em nosso dia a dia. Essa é uma das solicitações do prefeito Bernardo Rossi. Estou propondo incluirmos os incêndios florestais, já que estamos montando um Plano Inverno com para redução e combate às queimadas. O momento é o ideal para essa discussão”, explica Paulo Renato.

 Todo organograma do simulado é baseado nos desastres mais comuns que acontecem em Petrópolis. Além de trabalhar a resposta às inundações e deslizamentos de terras e também haverá foco nas queimadas.“O exercício será de grande valia para Petrópolis. Com certeza, vamos estar mais preparados para enfrentar o inverno com pouca chuva”, afirma o secretário.

 A primeira edição do ECADEC aconteceu em 2015, em Santa Catarina. Em 2016, o exercício ocorreu no Espírito Santo e, neste ano, será a vez do Estado do Rio de Janeiro sediar o simulado.
 O exercício vai acontecer na sede 32° Batalhão de Infantaria Leve - Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar. Além do Exército, o simulado conta ainda com a participação de representantes da Aeronáutica, Marinha, do Ministério da Integração Nacional, da Secretaria Nacional de Defesa Civil, da Universidade Federal Fluminense (UFF) por meio do Mestrado em Defesa Civil, da Secretaria Estadual e da Municipal de Defesa Civil.

Como funciona o ECADEC
 Sem tropas ou equipes no terreno, as situações são simuladas em fatos que já ocorreram anteriormente na cidade. No exercício, tudo funciona por meio de rede de computadores, sendo que os protocolos, planos e ações são coordenados entre as instituições para o emprego real. O treinamento é moldado para testar a integração entre todas as forças participantes em situações de apoio à Defesa Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia