| CIDADE

FIQUE EM DIA: CONTRIBUINTES TÊM ATÉ O DIA 31 PARA REGULARIZAR DÉBITOS COM A PMP

Negociações podem ser feitas de segunda a sábado, das 9h às 16 | Divulgação Com estrutura especial de atendimento montada no clube Petr...

terça-feira, 11 de abril de 2017

DEFESA CIVIL AUXILIA CAMPANHA DE PÁSCOA DA PESTALOZZI

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias vai apoiar a campanha “Páscoa da Pestalozzi” auxiliando a instituição na arrecadação de ovos de chocolate e caixas de bombons. A ação acontece no dia 12 de abril, às 9h, na sede da entidade, que fica na Rua Prefeito Iedo Fiúza, no bairro Independência. A Sociedade Pestalozzi atende 105 jovens na cidade, entre crianças e adolescentes, com deficiência intelectual e sobrevive com a doação de empresários petropolitanos.

“Desde que começamos a gestão, em janeiro, estamos trabalhando com uma vertente importante da Defesa Civil, que é a ajuda humanitária. Soubemos que a Pestalozzi estava fazendo uma campanha nas redes sociais para arrecadar chocolates para a páscoa, então resolvemos ajudar. O trabalho realizado pela instituição é magnífico, muito sério e que merece todo o apoio”, explica o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz.

Em janeiro de 2010, uma barreira atingiu o prédio da Pestalozzi, que chegou a ficar parcialmente interditado pela Defesa Civil. Com isso, a sede passou a ser na Rua Washington Luiz, no Centro. O novo local foi atingido por duas inundações, destruindo todos os documentos e o equipamento da instituição. A obra que permitiu o retorno das atividades para o prédio da entidade terminou em 2014.

“Ficamos quatro anos em um imóvel na Rua Washington Luiz que foi atingido por duas inundações. Temos um histórico de superação. Agradeço a solidariedade de todos da Defesa Civil. Através de uma rede social, começamos uma campanha de ajuda para fazer uma Páscoa mais feliz para nossas crianças”, disse a diretora da entidade, Norma Ferraz.

A Sociedade Pestalozzi é uma instituição que atua em todo o país há 51 anos prestando assistência nas áreas da saúde e educação, além da capacitação profissional para crianças e adolescentes, de zero a 22 anos, com deficiência intelectual.  Em Petrópolis, a Pestalozzi existe há 31 anos.
“O pouco que a gente faz, para o outro, pode ser muito. Esperamos levar um pouco de amor e carinho para essas crianças, além, é claro, de muito chocolate”, afirma Paulo Renato.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI