| CIDADE

FIQUE EM DIA: CONTRIBUINTES TÊM ATÉ O DIA 31 PARA REGULARIZAR DÉBITOS COM A PMP

Negociações podem ser feitas de segunda a sábado, das 9h às 16 | Divulgação Com estrutura especial de atendimento montada no clube Petr...

segunda-feira, 17 de abril de 2017

MUNICÍPIO INICIA VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

A campanha preventiva de vacinação contra gripe começou nesta segunda-feira (17) em todo o município. A expectativa é que sejam imunizadas cerca de 100 mil pessoas entre idosos, crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes e mulheres no período até 45 dias após o parto. Profissionais de saúde e professores das escolas públicas e privadas e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade, também devem ser vacinadas. No entanto, neste último caso, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.


As 20 mil doses enviadas pelo governo do Estado começaram a ser distribuídas pela manhã em 42 unidades de saúde do município. A expectativa da Secretaria de Saúde é imunizar 80% da população até o ‘D’ de Vacinação - 13 de maio.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes destacou que a vacinação foi ampliada para 42 unidades para que a população tenha mais acessibilidade, se vacinando próximo à residência. A estratégia visa também diminuir os índices do ano passado de casos confirmados da doença. Em 2016 foram notificados 51 casos de influenza e nove foram confirmados. Por conta disso, a vacina é a melhor opção de prevenção.

“Ampliamos a imunização, mais do que dobrando o número de pontos de vacinação, que passaram de 20 para 42. Desta forma toda a população com maior vulnerabilidade à influenza poderá tomar a vacina antes da chegada do inverno. Isso é fundamental, porque as baixas temperaturas contribuem para o aumento dos casos de doenças respiratórias. Além disso, o organismo demora aproximadamente 15 dias para criar os anticorpos necessários para prevenção da doença”, explica Silmar Fortes.

 A moradora do Retiro, Karina de Oliveira Moura, 29 anos, levou o filho de 5 anos para tomar a vacina. Ela se imunizou contra a febre amarela e o filho contra influenza. As vacinações ocorrem no município simultaneamente.
“Eu aproveitei que não havia filas para tomar a vacina com o meu filho. Para mim foi ótimo ter as duas vacinas aqui no posto, já nos poupa tempo”, avalia a dona de casa.

O aposentado Ademir Pereira Gomes, 53 anos, é parte do grupo prioritário para a imunização e também aproveitou para tomar a vacina logo no primeiro dia.

“Eu tive câncer então, desde o ano passado, já tomo a vacina. Como soube que a vacina estaria disponível aqui no posto hoje de tarde, eu vim logo. Fiquei satisfeito por ter conseguido me vacinar e ficar protegido já desde o primeiro dia”, afirma o aposentado.
A vacina contra influenza está disponível em 31 Postos da Saúde da Família, seis Unidades Básicas da Família, além da Coordenação de Epidemiologia, Ambulatório Escola em Cascatinha, do Hospital Alcides Carneiro e do Centro de Saúde.
Esta semana, devido ao feriado, as unidades abrirão de segunda a quinta-feira de 8 às 15h com o intervalo de 1h para almoço.

Professores da rede pública e privada poderão se vacinar em qualquer unidade de saúde
Por determinação do Ministério da Saúde, este ano a Campanha de Vacinação contra a gripe foi ampliada para a imunização dos professores da rede pública e privada de ensino. Os profissionais do município poderão se vacinar em qualquer uma das 42 unidades de saúde que estão aplicando as doses.

A coordenadora da Epidemiologia, Elisabeth Wildberger explicou que para tomar a vacina basta que o profissional apresente qualquer documento que comprove a sua atuação.
“Os professores foram incluídos como público-alvo da campanha de vacinação este ano e assim como acontece com os profissionais de saúde, basta comprovar que é professor e ele terá acesso à vacinação. É importante ressaltar que todas as pessoas que irão tomar a vacina precisam apresentar documento de identidade e cartão de vacina”, disse Elisabeth Wildeberger.
O secretário de Educação, Anderson Juliano, disse que buscará ampliar a divulgação dentro da rede de ensino para que o maior número de profissionais se imunize.

“É muito importante que os professores participem da vacinação e incentivem os colegas de profissão a fazer o mesmo. A vacinação é preventiva e todo cuidado é necessário com a gripe nessa época do ano em que a temperatura começa a diminuir. Cuidando da própria saúde, os professores também estão diminuindo os riscos de disseminação da doença no ambiente escolar”, avalia o secretário de Educação, Anderson Juliano.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI