ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 13 de abril de 2017

PETRÓPOLIS PASSARÁ A CONTAR COM EMISSÃO DE PASSAPORTE

Em até dois meses, os petropolitanos vão poder emitir passaporte sem precisar sair do município. O posto da Polícia Federal na cidade, que fica no pórtico do Quitandinha, vai voltar a oferecer o serviço e evitar que os moradores de Petrópolis e de oito cidades vizinhas tenham que ir ao Rio de Janeiro para conseguir o documento. A novidade foi confirmada em reunião entre o prefeito Bernardo Rossi e o delegado da PF em Petrópolis, Adriano Kaipper, nesta quarta-feira (12).


“É um presente poder anunciar isso junto à Polícia Federal. Quero deixar meu agradecimento à PF por atender essa demanda da cidade e dizer que a prefeitura está à disposição para o que depende da gente”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

De acordo com o delegado da PF, a instituição vem adotando medidas para desafogar as filas para emissão de passaporte no Aeroporto do Galeão, como aumentar o prazo de validade do documento de cinco para 10 anos. Com o serviço sendo realizado aqui, os moradores terão mais comodidade.
“Existe uma demanda grande da cidade, que é carente desse serviço. O posto da Polícia Federal, que fica no Quitandinha, dispõe dos requisitos técnicos, já que o processo é feito pelo sistema on-line, para que isso possa ser feito por aqui. Estamos capacitando os agentes para aproveitar a estrutura que já temos em Petrópolis”, informou Adriano Kaipper.

Hoje, quem precisa de passaporte deve dar entrada no requerimento pelo site da PF, pagar a taxa de emissão eagendar a entrega dos documentos exigidos em uma delegacia da Polícia Federal. O serviço ocorre no Aeroporto do Galeão, no Rio, ou em Campos, Macaé, Niterói, Nova Iguaçu ou Volta Redonda. Além de ser necessário ir a primeira vez com os documentos, é  preciso voltar uma segunda oportunidade para receber o passaporte. A intenção é que o tempo gasto com ida até a capital seja eliminado.

Também estiveram na reunião o vice-prefeito Baninho, o secretário de Administração e Recursos Humanos, Marcos von Seehausen, e o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor.