quarta-feira, 5 de abril de 2017

PREFEITURA VAI COMPRAR 400 MICROCHIPS PARA IDENTIFICAR ANIMAIS

Também será comprado um leitor que permite verificar os dados dos animais | Divulgação
O Bem-estar Animal, através da coordenadoria do Meio Ambiente, está orçando a compra de 400 microchips para identificação animal, que serão utilizados no curral público, que fica em Itaipava. A novidade facilita a busca pelo animal, em caso de desaparecimento, e a identificação do dono, em caso de abandono. Os equipamentos vão ser aplicados nos cinco eqüinos que estão no local e também em cães vítimas de maus tratos recolhidos e que ganham novos lares. A quantidade é suficiente para o trabalho de um ano, de acordo com a projeção do Bem-Estar Animal.

No microchip estarão informações como o nome, sexo, idade, histórico de vacinas, dados do proprietário e castração. O procedimento é simples e indolor. É como se o animal estivesse sendo vacinado. Uma seringa de calibre pequeno introduz o chip sob a pele.

“A compra dos microchips é fundamental para o controle dos animais que chegam ao curral. É importante dizer que o bicho não sofre com dor, já que o procedimento funciona como se fosse uma vacina”, afirma a coordenadora de Bem-Estar Animal, Elizabeth Amorim.

O veterinário da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Vitor Natan, comparou o equipamento a um grão de arroz. “O microchip é um pouco maior que um grão de arroz, e é aplicado como se fosse uma vacina. Nelas ficarão registradas informações como nome do bicho e do responsável, endereço, idade, sexo e ficha médica. Os dados poderão ser verificados com um leitor eletrônico”, explica.

Vitor também destaca a importância do microchip para evitar os casos de maus tratos. “"Se um animal é abandonado, o dono pode ser processado por negligência, além de receber uma multa", disse.

A coordenadora Elizabeth Amorim disse que as questões referentes aos animais estão sendo revistas e que o novo governo vai ter uma atuação diferenciada nesse quesito.

“O prefeito Bernardo Rossi sinalizou que a mudança no organograma da prefeitura vai completar o quadro funcional do departamento. Isso possibilitará uma maior abrangência no atendimento. Tenho certeza que vamos voltar a atuar de maneira eficaz. A preocupação do prefeito com a questão animal é muito contundente”, afirma Elizabeth.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS