ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

terça-feira, 9 de maio de 2017

PREFEITURA ESTUDA MEDIDAS DE INCENTIVO PARA INSTALAÇÃO DE CERVEJARIAS ARTESANAIS

Debater informações e propor medidas benéficas tanto para a iniciativa privada quanto para o poder público, incentivando a instalação de microcervejarias e cervejarias artesanais na cidade e a implementação da lei municipal da cerveja. Essas são as metas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico que iniciou formalmente nesta segunda-feira (08.05), em reunião com produtores artesanais, microprodutores e representantes do PC&VB, Firjan e com o SindCer – Sindicato das Cervejas,  o trabalho para alavancar o setor.

Petrópolis tem pelo menos 20 microcervejarias e cervejarias artesanais que, juntas, geram mais de 500 empregos diretos, Petrópolis faz parte da rota cervejeira do Estado e agrega ainda rótulos da cidade e de municípios vizinhos na Deguste, feira do setor que movimenta o turismo na cidade.

“Esse é um setor em constante expansão na cidade que deve ser observado a partir de um conceito associativo. Temos hoje empresas artesanais e empresas de grande porte. Elas não concorrem porque são mercados distintos. Temos que incentivar o setor com um olhar amplo, já que esse público incentiva outros setores como o turístico e tecnologia que envolve o processo de fabricação. A nossa intenção é formular uma proposta e encaminhar para que o executivo leve para a Câmara uma orientação para a instalação dessas empresas na cidade. Temos que trabalhar juntos, governo e os cervejeiros e mostrar a importância desse mercado para o desenvolvimento da cidade”, explicou Marcelo Fiorini, secretário de Desenvolvimento Econômico.

Durante o encontro, os produtores apresentaram algumas sugestões como a disponibilização de espaço único e comunitário para a venda dos produtos artesanais da cidade e a oportunidade de cursos de formação para cervejeiros na cidade. Uma reunião também será marcada ainda nesse mês com a Rota Cervejeira para discutir outras ideias e incentivos.
“Estamos programando um evento de referência internacional com o objetivo de atrair turistas e, nesse caso, a cerveja será o catalisador. Essa conversa vai continuar e tenho certeza que já demos um grande passo para alavancar o setor”, explicou Jamil Sabrá, coordenador Especial de Articulação Institucional da prefeitura.

Roberto Badro, presidente do SindCer, destacou a importância de conversar junto ao governo para facilitar a vida dos produtores artesanais. “Temos que agregar todos os cervejeiros e buscar incentivos. Através do sindicato conseguimos apoio da Firjan e orientações. Em julho, teremos o Brasil Brau que é uma feira internacional de tecnologia em cerveja. Os associados terão a oportunidade de conhecer as novidades do setor através do sindicato. Quem quiser mais informações deve entrar em contato através do telefone 2247-0600.

“A Firjan apoia o sindicato das cervejas e está sempre presente nos  eventos empresarias que pretendem ajudar o desenvolvimento do setor. Essa discussão é um avanço”, disse Denise de Forton, gerente da representação regional Firjan/CIRJ na região serrana.

Rafael Plantz, produtor, ficou animado com a reunião. “Saí desse encontro com ideia sobre como projetar a minha cervejaria. Esse incentivo é muito importante para aqueles que produzem artesanalmente na cidade e querem crescer”.

“Queremos adaptar o cenário macro econômico mostrando estratégicas que podem alavancar o setor de produção e, consequentemente, ajudar os empresários e impulsionar o turismo e emprego local”, disse Fernando Pessoa, diretor do departamento de Desenvolvimento Econômico. “Petrópolis tem um reconhecimento histórico neste setor, onde nasceu a primeira cervejaria do país em 1853. Agora, temos que organizar o crescimento dentro do novo cenário global e unir as vocações da cidade e os setores que podem se beneficiados com este crescimento”, acrescentou Fernando Pessôa.

Marcelo valente, presidente da Turispetro, disse que está trabalhando em conjunto com a secretaria de Desenvolvimento na questão. “Estamos avançando no que diz respeitos aos incentivos ao setor. Vamos receber pessoas de Blumenau com uma experiência ampla de sucesso no ramo e trocar informações. Tenho certeza que vamos ajudar os empresários e impulsionar o turismo, sempre unidos em prol do desenvolvimento da cidade”.