| CIDADE

TEMPORAL DE DOMINGO CAUSOU ESTRAGOS EM ALGUNS BAIRROS

Na União e Indústria, na altura de Corrêas, uma árvore caiu e interditou a pista |  Grupos Whatsapp A Secretaria de Defesa Civil e Açõe...

segunda-feira, 15 de maio de 2017

PREFEITURA VAI AUXILIAR CEHAB NA REGULARIZAÇÃO DE CASAS NO CASTELO SÃO MANOEL

A prefeitura vai ajudar a Companhia Estadual de Habitação (Cehab) a legalizar o terreno onde fica o conjunto de casas do Castelo São Manoel. O loteamento ocupa uma área de quase 30,5 mil m² e inicialmente foram construídas 130 moradias, sendo 50 dentro do programa Habitar Brasil pelo Governo do Estado e a União, além de outras 80 pelo município em 2002. Mas, ao longo do tempo, o local acabou vendo a expansão com moradias erguidas por outros moradores. A intenção é que, a partir da legalização do terreno, todos as residências possam receber a escritura definitiva.


A diretora de operações imobiliárias da Cehab, Landijara Duarte, se reuniu com o prefeito Bernardo Rossi na manhã desta quinta-feira (11.05), na prefeitura, para dar andamento no processo. Segundo ela, as portas da prefeitura estiveram fechadas nos últimos anos para a Companhia.
“O processo de legalização do Castelo São Manoel está parado, não avançamos nada na última gestão porque havia uma distância. Não podemos deixar de ter essa parceria, a Cehab precisa dessa colaboração”, disse Landijara.

“Essa proximidade com a Secretaria de Estado de Habitação é uma prioridade para nós. Regularizando as comunidades constituídas e fora da área de risco, damos cidadania aos moradores”, afirma Bernardo Rossi.

O terreno é de propriedade do município e transformada em Área de Especial Interesse Social (AEIS) em 2001. As casas foram destinadas para famílias que tinham na época renda inferior a três salários mínimos, desabrigados ou que moravam em áreas de risco.

Também participaram da reunião o vice-prefeito Baninho; o secretário de Obras e Habitação, Ronaldo Medeiros; o presidente da Câmara, Paulo Igor, e os vereadores Wandeley Taboada, Roni Medeiros e Jorge Relojão.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI