ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 12 de junho de 2017

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE IMUNIZOU 60% DA POPULAÇÃO


A Secretaria de Saúde encerrou a campanha de vacinação contra gripe na sexta-feira (09) imunizando cerca de 60 mil pessoas. O número é considerado abaixo do esperado e por conta disso, a Saúde decidiu manter as doses disponíveis junto à Coordenação de Epidemiologia, localizada ao lado do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp. A partir desta segunda-feira (12) as vacinas distribuídas nas 41 unidades de saúde do município serão recolhidas e concentradas na Epidemiologia onde permanecerão à disposição da população.

 Mesmo após a cobertura ser ampliada pelo Ministério da Saúde para toda população na última sexta-feira (02.06), o número de pessoas vacinadas durante a semana foi de aproximadamente 4 mil pessoas. Com a confirmação da circulação do vírus no município, após o óbito de duas mulheres este ano e ainda duas crianças em tratamento com suspeita de terem contraído a influenza, o secretário de Saúde reforça a importância da imunização.
 “A nossa expectativa era de vacinarmos 100 mil pessoas quando iniciamos a campanha em 17 de abril e encerramos o cronograma com cerca de 60 mil imunizações. Temos ainda 5 mil doses em estoque na Epidemiologia e segunda-feira vamos recolher as doses nos postos. Se ocorrer uma alta na procura o Estado disponibilizará novas doses”, alerta o secretário de Saúde, Silmar Fortes.
 Pertencentes ao grupo de doentes crônicos, a secretária Diva de Jesus Marques Rocha e a filha de Lara de 9 anos foram logo pela manhã tomar a vacina contra gripe. “Nós duas somos asmáticas, mas sempre tínhamos que ir ao médico solicitar a indicação. Já teve anos em que não deu tempo e eu acabei pagando pelas doses. Para mim é fundamental essa vacinação anual e fiquei satisfeita pelo fato de abrirem para todos nesta reta final”, disse Diva de Jesus.
 Aproveitando o último dia da campanha, o administrador de empresa Marcelo de Paula disse que não hesitou em procurar a vacina assim que ela foi aberta para toda população.
“É a primeira vez que tomo essa vacina, eu vim em busca de proteção contra o vírus da influenza que já está circulando na cidade. Todo ano fico muito resfriado, mas esse ano me preocupou os casos confirmados de morte”, disse Marcelo de Paula.


Crianças e gestantes devem se vacinar contra gripe
 A Secretaria de Saúde sensibiliza ao grupo prioritário – idosos, doentes crônicos e principalmente crianças e gestantes a buscarem as doses que ainda estão disponíveis na Coordenação de Epidemiologia. A baixa procura preocupa, pois entre a população de crianças, que é de 16.292, apenas 6.071 receberam a vacina. Das 2.979 gestantes do município, 1.501 foram imunizadas, já entre as 490 puérperas apenas 190 procuraram as unidades de Saúde para receber as doses.
“As gestantes ao se imunizar contra a gripe garantem a proteção dos filhos nos seus primeiros seis meses de vida. Isso porque os anticorpos gerados pela vacina passam para o feto pela placenta e, por não poderem ser imunizados contra a doença antes do primeiro semestre após o nascimento, a vacinação da mãe durante a gestação é a única forma de garantir a proteção contra a gripe logo no início da vida”, explica o secretário de Saúde Silmar Fortes.
Garantindo a sua proteção e da filha, a doméstica Vanessa Esteves da Costa se imunizou contra gripe e febre amarela.
“A pediatra dela me disse que não haveria problema em tomar a da gripe e da febre amarela ao mesmo tempo, então hoje nós aproveitamos para tomar as duas doses”, disse Vanessa Esteves da Costa.