ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

sexta-feira, 23 de junho de 2017

SERRANO SE REAPRESENTA E MIRA JOGO CONTRA GONÇALENSE

Após a derrota para o São Gonçaço na última quarta-feira (21), o Serrano voltou aos treinos no Batalhão do Exército, já visando o duelo decisivo com o Gonçalense, dia 28, quarta, 15 horas, no Estádio Atílio Marotti. O Leão da Serra aposta no trabalho para avançar na classificação da Série B1 do Campeonato Carioca.

O próximo adversário está em oitavo do grupo B, soma os mesmos quatro pontos que o Azul e Branco e fica uma posição à frente apenas pelo critério de saldo de gols. O treinador Marcelo Olímpio poderá contar com o reforço do volante André, já regularizado, e terá de montar o time sem Kauer e Marcelo Macedo suspensos.

A semana para trabalhar o emocional, além do físico, técnico e tático, inclui uma folga no fim de semana. "Vou fazer com que os meus atletas busquem essa energia dos familiares que é sempre importante e ajuda nesse processo de confiança. Reenergizar mesmo e aí, sim, voltar já na segunda-feira trabalhando a proposta de jogo, que dentro de casa a gente tem de se impor e buscar a vitória diante do Gonçalense, mas com obediência tática", diz o treinador do Serrano.

 Entre os jogadores, o pensamento é o de alcançar o máximo de pontos ainda na Taça Santos Dumont para embalar na sequência e chegar ao menos no bloco intermediário. "Agora a gente tem que buscar nesses dois jogos que têm para acabar o primeiro turno, pontuar para que a gente possa vir mais focado ainda no segundo turno e melhorar essa campanha", projeta o goleiro Felipe.

  O volante Roberto Lopes acredita na força do grupo e pede o apoio do torcedor na busca por vitórias. "Só depende de nós. Que a torcida continue acreditando nesse grupo, que tem muito a dar ainda. O que a gente fez no ano passado foi coisa de guerreiros mesmo e essas coisas boas não se pode apagar. Tenho certeza absoluta que o Serrano vai dar a volta por cima", avisa.

  São treze jogos pela frente na Série B1 do Carioca para o Leão da Serra e o próximo é uma decisão. Na véspera do aniversário de 102 anos do clube e do feriado municipal da chegada do colono alemão, o torcedor está escalado para jogar junto com o time do Serrano, que é a cidade de Petrópolis em campo. Camisa com História não morre.