segunda-feira, 10 de julho de 2017

ESTUDANTES DA ESCOLA SESI CONSERTAM BRINQUEDOS E COLETAM ALIMENTOS PARA DOAÇÃO

Fazer o bem sem olhar a quem. O slogan que se tornou hino para ações solidárias foi também a frase que motivou alunos da Escola SESI Petrópolis a realizarem mais um ato de nobreza e amor ao próximo. Cerca de 40 estudantes das turmas de 1º ano do Ensino Fundamental fizeram a doação de brinquedos e alimentos ao projeto social Nyumba - Kaya, no bairro Retiro. Porém, mais do que a entrega, as crianças tiveram papel fundamental na captação dos alimentos, na fabricação dos chocolates e no conserto dos brinquedos doados.

 Através de uma ação intitulada Hospital de Brinquedos, os estudantes recolheram doações e dedicaram-se a limpar, consertar e substituir peças danificadas de mais de 300 brinquedos, antes que fossem entregues aos novos donos. Todo o trabalho foi liderado pelos próprios estudantes. 


“A escola é um espaço de construção e interação. É um lugar que deve proporcionar ao estudante condições de se desenvolver, tornando-se um cidadão com identidade social e cultural, um ser crítico e reflexivo perante aos outros. Hoje percebi que a mudança não foi só o desprendimento de doar os brinquedos, mas de estar com o outro, de compartilhar momentos de brincadeiras. Este aprendizado está além dos muros da escola e as crianças levam para toda a vida”, afirmou a professora Aline Barcellos.

 Alimentos e bombons de chocolate também foram doados à instituição. Ao todo foram mais de 50 quilos de alimentos, 200 pacotes de biscoitos e 40 litros de suco captados através da curiosidade dos pequenos em saber como funciona o processo de uma fábrica de chocolates. Com a produção de bombons caseiros, os alunos estimularam a troca dos doces por alimentos por meio de escambo.
"Não dá para ajudar a todo mundo, mas um pouquinho que a gente ajudar já é alguma coisa", disse a aluna Manuela Simões de Paula.

 Coordenadora do projeto social, Natasha Clark, destacou a importante integração provocada com a presença de outras crianças. “Defendemos uma educação de experimentação, de contato com a natureza e do aprendizado de forma livre. Foi muito interessante ver o cuidado e o carinho que os alunos do SESI tiveram com nossos pequenos e a alegria na hora da entrega dos brinquedos”, explicou.

O projeto social Nyumba – Kaya, realizado no Sítio São Luís, atende a crianças e jovens da Comunidade do Neylor, no Retiro. O nome do projeto tem origem africana e significa Casa (Nyumba, Casas do Norte e Kaya, Casas do Sul) numa proposta de acolhimento e proteção de todos em uma única casa.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS