terça-feira, 4 de julho de 2017

MORADORES DE RIO BONITO E GABY COMEMORAM MAIOR OFERTA DE ÔNIBUS

A otimização do serviço de transporte no distrito da Posse foi comemorada entre os usuários das linhas Rio Bonito – que agora contam com 25 horários por dia, 10 a mais do que disponibilizado anteriormente -  e do Posse-Gaby, cuja frequência de ônibus é de um por hora, em quase todos os horários, diferente do ofertado anteriormente, com viagens apenas em horas pares. As melhorias no sistema de transporte público também contemplam os moradores do Brejal, em que os usuários das linhas Jurity e Albertos ganharam mais uma integração no serviço. Além disso, também houve acréscimo de 69 para 86 no número de viagens entre a Posse e o Terminal Itaipava, com até três viagens a cada 30 minutos nos horários de pico, e de 15 minutos nos demais horários. Aos sábados, o número de viagens sobe de 60 para 76 e, nos domingos e feriados, o acréscimo será de 36 para 59.

“Fiquei surpresa com os novos horários, não sabia da mudança, mas ter mais horários para gente vai melhorar muito a nossa qualidade de vida. Vamos ter que parar no Centro, mas isso não é um problema porque só quem perdia o 10h50 sabia do desespero de ter que esperar até 12h para poder sair daqui. Para a gente que mora longe essa mudança é muito bem-vinda. Agora ficará mais fácil para conseguir resolver as coisas no Centro”, comemora Júlia de Souza,de 72 anos, dona de casa e moradora do Rio Bonito.
A quantidade de horários da linha Rio Bonito, aos fins de semana e feriados, permanecerá em 25. Antes, o número, que já era insuficiente para atender aos moradores das áreas, ainda caiu para 14.      
O servente de obras, de 52 anos, José Gomes da Silva, morador do Brejal e usuário da linha Albertos, disse que ganhar mais uma integração será de grande ajuda para quem vive na região. “As melhorias têm que ser para todos. Foi um grande acerto quando tiraram aqueles ônibus sucateados que fazia a nossa linha, agora, com isso, vamos conseguir ir até qualquer outro ponto da cidade sem ter que pagar mais uma passagem. Para mim, que consigo serviço em diversos locais vai me economizar muito”, declara.

A moradora do Gaby, dona Júlia Paixão, também era só alegria com a novidade. “A oferta agora é muito melhor. Antes a gente tinha poucos horários e precisávamos nos adaptar às possibilidades que tinham. Eu mesma, quando perdia o ônibus no Terminal Itaipava tinha que esperar um tempão ou vir no Posse e pedir para meu marido me buscar aqui, agora teremos mais viagens”, contou.    
     
“Esta é uma fase crucial para o desenvolvimento do projeto de mobilidade urbana. Os usuários precisam fazer uma integração eletrônica, mas isso aumenta a oferta de veículos nos bairros. É uma mudança de comportamento que pode causar estranheza no início, mas com as melhorias no dia a dia dos usuários, rapidamente teremos uma mudança prática para o usuário”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

Primeira semana conta com equipes orientando os usuários
 Nessa primeira semana de adaptação dos usuários foram disponibilizados um fiscal e um cobrador no ponto de transferência da Posse. Eles estão orientando os passageiros sobre o novo sistema. Além disso, a Turb, está disponibilizando a venda do cartão RioCard a R$ 10,60. Esse valor é referente a duas passagens e ao “casco” e, caso o usuário desista de fazer o uso do sistema, pode devolver o cartão e ter os R$ 3 pago pelo cartão ressarcidos. Esse cartão também pode ser adquirido gratuitamente, sem o pagamento dos R$ 3, mediante o cadastro no quiosque da RioCard no Terminal Itaipava ou na loja da empresa, no Centro.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS