terça-feira, 4 de julho de 2017

PROJETO DE INCLUSÃO ESPORTIVA PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIAS

A partir de agosto, os alunos das escolas da rede municipal localizadas nos distritos poderão participar de um projeto de inclusão esportiva. A ação prevê aulas de bocha paraolímpica e natação a pessoas com deficiência física e intelectual. O objetivo, segundo a Secretaria de Educação, é o de buscar qualidade de vida e condicionamento físico através do esporte.

 “A prática esportiva além de benefícios à saúde pode promover o desenvolvimento intelectual e social, sendo uma alternativa importante de inserção social de pessoas com deficiência. A intenção é a de proporcionar autonomia e emancipação às pessoas com deficiência participantes do projeto”, aponta o secretário de Educação, Anderson Juliano.

 O público alvo são as crianças, adolescentes e jovens entre 6 e 20 anos com deficiência física ou intelectual, matriculados em escolas da rede municipal localizadas nos distritos de Itaipava, Pedro do Rio e Posse. As aulas ocorrerão duas vezes por semana na Escola Municipal Monsenhor João de Deus Rodrigues, localizada em Pedro do Rio.

 Aos domingos e feriados, os beneficiados poderão, ainda, participar de atividades complementares que incluem visitas a museus, feiras e exposições. Para participar do projeto, os alunos devem estar matriculados e frequentando a escola, além de apresentar atestado médico.

 A supervisão do projeto será da Secretaria de Educação, por meio do Departamento de Educação Especial. As escolas acompanharão a freqüência e participação dos alunos nos projetos e a coordenação do projeto ficará com o Instituto Brasileiro de Desporto e Cultura.

 De acordo com o Departamento de Educação Especial, além de estimular o desenvolvimento físico, o projeto auxilia no rendimento escolar, no acesso à cultura e na melhoria da qualidade de vida das crianças, adolescentes, jovens e seus familiares.

“As aulas começarão em agosto e 80 alunos serão contemplados. A inclusão esportiva melhora a qualidade de vida e o condicionamento físico através do esporte. A prática esportiva é uma ferramenta poderosa de inserção social e também potencializa a autonomia e a emancipação desses alunos, visando a construção de uma sociedade inclusiva e menos preconceituosa”, afirma Bianca Paiva, responsável pelo departamento de Educação Especial. ​

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS