segunda-feira, 31 de julho de 2017

TURISMO DE AVENTURA GANHA DESTAQUE EM PETRÓPOLIS

Caminhadas, montanhismo, mountain bike, rapel, parapente, cicloturismo, cachoeiras e muito mais. As opções são diversas para quem curte aliar o lazer com a prática de esportes ao ar livre. Em meio à natureza, cercada 70% por Mata Atlântica, o Turismo de Aventura vem ganhando cada vez mais espaço e adeptos em Petrópolis, que se destaca pelo segmento oferecendo o cenário ideal. São cerca de 100 montanhas acessíveis; de 100 a 150 trilhas, caminhos e travessias; além de mais de 20 cachoeiras entre as mais conhecidas e visitadas para o público de deliciar e se divertir – segundo estimativa do Centro Excursionista Petropolitano.

“Petrópolis é conhecida por essa beleza natural, que vai além da apreciação visual, mas também garante um leque de atividades para quem curte o Turismo de Aventura. É um segmento forte em todo o país e no mundo, e aqui na Cidade Imperial também vem se consolidando como um dos roteiros bastante procurados por nossos visitantes e turistas. Temos um dos principais equipamentos do país aqui, com o Parque Nacional da Serra dos Órgãos que reúne diversas opções em um só lugar. Temos que aproveitar esse presente que a natureza nos deu e fomentar ainda mais esse setor em todo o município”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

E o que não faltam são encantos naturais na Cidade Imperial. De acordo com o guia especializado em ecoturismo, Anderson Maverick, que há 20 anos atua no setor, todo o município oferece essa modalidade de turismo.

“Petrópolis inteira tem potencial enorme para o ecoturismo e o turismo de aventura. São trilhas mais simples; as mais desejadas; travessias; cachoeiras. Temos o Parnaso e as áreas de preservação, locais para observação de pássaros. São várias regiões além do Parnaso, como o Vale das Videiras, Brejal, Secretário, áreas rurais e cada uma com característica específica para determinadas modalidades”, explica o guia, que também é professor de História e educador ambiental da Secretaria de Meio Ambiente.

“No Vale das Videiras é oferecido o trekking, camping, mountain bike e observação de pássaros. Já em Secretário tem mais a cavalgada, caminhada e mountain bike. Enfim, são muitas as opções e tentamos aliar sempre a parte geográfica da região com a histórica e os turistas gostam”, comentou.

Guias ajudam os aventureiros na diversão
E se a ideia é se divertir, o público conta com guias especializados no ramo, agências, hotéis e pousadas que oferecem uma série de atividades de aventura, além de roteiros prontos para os mais aventureiros. E foi para facilitar a vida dos mais independentes, que o praticante de Mountain Bike e fotógrafo Waldyr Neto selecionou 38 roteiros de caminhadas – do nível leve a pesado - que estão descritas no Guia de Trilhas de Petrópolis, escrito por ele e à venda nas livrarias. O autor elencou caminhadas como a do Meu Castelo; Pedra do Quitandinha, Serra Velha – Caminho do Trem; Serra Velha – Caminho do Ouro; Pedra do Retiro; Cobiçado; Alcobaça; Morro Açu; entre outras.

Quem gosta de se refrescar nas águas geladas das cachoeiras, entre as mais conhecidas o público tem como opções a da Macumba, do Vale das Videiras, Poço da Barragem do Caxambu, Véu da Noiva e Poços do Rio Bonfim.

Já para quem curte uma escalada, vai encontrar mais de 400 vias estimadas em Petrópolis que estão listadas no Guia de Escaladas de Petrópolis, de Paulo Lúcio Loureiro e Luciano Bender. Além disso, Petrópolis ainda conta com três rampas de voo livre – Siméria, Parque São Vicente e Torres do Morin – para modalidades como parapente e asa delta.

Além dos guias, os interessados em conhecer mais sobre opções de Turismo de Aventura podem acessar o site do Centro Excursionista Petropolitano pelo endereço www.petropolitano.org.br. Com 59 anos de existência, a entidade sem fins lucrativos oferece aos sócios uma programação que inclui cursos e atividades de montanhismo e escalada, principalmente, sempre em um âmbito amador e preservacionista.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

PESQUISA POR MATÉRIAS