ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 20 de julho de 2017

VISTORIA VAI AVALIAR SITUAÇÃO DO MIRANTE DO BELVEDERE

Interditado à visitação pública desde 2013, o mirante do Belvedere vai ser vistoriado pelo Conselho Municipal de Tombamento Histórico, Cultural e Artístico (CMTHCA), seguindo orientação do Ministério Público Federal. O local foi transformado em um depósito de material pela Concer quando foram iniciadas as obras de construção da nova pista de subida da serra. A visita, acordada na 1ª Vara Cível Federal, está marcada para o dia 25 de agosto, às 10h.Após a visita os membros do conselho terão um prazo de 15 dias para formular um relatório detalhado sobre o estado do imóvel, além de informar se a concessionária responsável criou algum tipo de obstáculo para o cumprimento da diligência. O documento deverá ser remetido ao juízo responsável para posterior análise.

Quatro anos após a interdição a pista não foi concluída, a obra abandonada e o mirante se tornou um grande depósito, ocupado por contêineres e estruturas pré-moldadas. O mirante, inaugurado em 1950 deixou de receber turistas na década de 70, quando um restaurante no local foi desativado e a área nunca voltou a ser conservada.

“A orientação do MP vai ao encontro do que o governo Bernardo Rossi acredita e trabalha: conservação das belezas naturais e estruturas que podem movimentar nosso turismo”, aponta o coordenador de Planejamento e Gestão Estratégica, Roberto Rizzo, que também preside o CMTHCA.
Durante a reunião desta quarta-feira (19.07), Rizzo acenou aos conselheiros sobre a importância da vistoria e também convidou a presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Centro Histórico (AMA-Centro Histórico), Myrian Born, para acompanhar a visita.

“Vamos fiscalizar a condição do imóvel de forma técnica e criteriosa, para formular um relatório que atenda os precedentes que foram solicitados pelo poder Judiciário. Tenho certeza que a visita será produtiva, principalmente para o município, que tem total interesse no resgate do equipamento”, afirma Roberto Rizzo.

O mirante do Belverede é tombado pelo município por meio do decreto nº 517 de 24 de maio de 2011. ​

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente esta notícia