ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

LIBERTADORES: BOTAFOGO ELIMINA NACIONAL ESPERA O GRÊMIO NAS QUARTAS DE FINAL

O Botafogo carimbou sua vaga nas quartas de final da Taça Libertadores. Nesta quinta-feira (10), no estádio Nilton Santos, o time carioca fez dois gols logo no início da partida para vencer o Nacional, do Uruguai, por 2 a 0, assegurando a classificação que já estava adiantada com a vitória por 1 a 0 conquistada no jogo de ida, em Montevidéu.
O primeiro gol botafoguense veio aos 2 minutos, com Bruno Silva subindo alto no escanteio e cabeceando forte no canto; já aos 4 minutos, Rodrigo Pimpão aproveitou o vacilo do zagueiro Rogel no recuo de bola, chegou antes do goleiro Conde e empurrou de carrinho para a rede.
Com 3 a 0 no placar agregado, o Botafogo pôde se comportar como mais gosta: organizado, esperando o adversário e apostando em contra-ataques. O resultado foi que o Nacional mal incomodou os donos da casa no primeiro tempo.

Foi o Botafogo, aliás, quem mais chegou perto de ampliar o placar, como em um giro de Roger, que exigiu bastante de Conde para mandar para escanteio.

O técnico Jair Ventura optou pelo goleiro Gatito Fernández como titular e deixou o ídolo alvinegro Jefferson no banco para o jogo decisivo. E o paraguaio correspondeu à altura: com o Nacional se lançando ao ataque no segundo tempo, ele foi bastante seguro quando precisou trabalhar e manteve a tranquilidade do Botafogo na partida.

No final do duelo, o lateral-esquerdo Victor Luís recebeu cartão vermelho direto do árbitro Wilmar Roldán em uma confusão. Polenta e Rodríguez, do Nacional, também foram expulsos. Enquanto isso, nas arquibancadas, torcedores uruguaios se irritaram com os gritos de 'eliminado' dos botafoguenses chegaram a quebrar cadeiras do estádio -a polícia reagiu com gás de pimenta. Depois, Aguirre ainda foi para o chuveiro mais cedo após dar um pontapé em Guilherme.
O adversário do Botafogo nas quartas de final será o Grêmio, que na última quarta (9) eliminou o argentino Godoy Cruz. As datas dos confrontos ainda não estão confirmadas: o jogo de ida será entre 12 e 14 de setembro, no Rio, e o de volta, entre 19 e 21, em Porto Alegre.

Fonte: Folhapress