ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

TEMPORAL DE DOMINGO CAUSOU ESTRAGOS EM ALGUNS BAIRROS

Na União e Indústria, na altura de Corrêas, uma árvore caiu e interditou a pista |  Grupos Whatsapp
A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias emitiu um boletim sobre a chuva que atingiu vários pontos da cidade na tarde do domingo(22). Foram registradas três ocorrências, todas sem gravidade. Segundo o órgão,o maior índice pluviométrico foi registrado no bairro São Sebastião.  Confira  o comunicado na íntegra: 

 A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias atendeu a três ocorrências desde o início da chuva, na tarde de domingo. A primeira delas foi uma queda de árvore, na Estrada União e Indústria, em Corrêas, que fechou a pista de 16h15 até 18h, além de ter atingido um veículo e o telhado da varanda de um imóvel. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.
 Na Rua Lopes Trovão, no Meio da Serra, uma árvore caiu e atingiu toda a residência. Também não houve feridos. A família foi encaminhada para a casa de parentes. No Vale do Cuiabá, ao longo da via Ministro Salgado Filho, as equipes atenderam a diversas quedas de árvores causadas pelo vento.  Existe a previsão que a chuva continue ao longo do dia e, por isso, todas as equipes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias seguem de prontidão para atender a população em caso de emergência. São 60 homens e guarnições que estão disponíveis.
 O maior índice pluviométrico foi registrado no São Sebastião onde choveu 46 milímetros nas últimas 24 horas. No mesmo período, no Vila Felipe, foram 44 milímetros. A Defesa Civil permanece em estágio de vigilância. O órgão orienta à população a ter atenção, caso a chuva seja contínua, em função dos acumulados que deixam o solo encharcado.
  “Existe a previsão de chuva para todo a cidade ao longo dessa semana, então é fundamental que o morador de área de risco tenha atenção redobrada. É importante que a população ligue para o 199 e informe caso tenha alguma ocorrência, já que nossas equipes estão de prontidão para realizar os atendimentos. Também seguimos em contato direto com os Núcleos Comunitários e também pelas redes sociais”, afirma o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz.
 Em caso de qualquer sinal de instabilidade na casa ou no terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva da Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.