| PESQUISA POR MATÉRIAS

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

SIRENES NO VALE DO CUIABÁ ENTRAM EM FUNCIONAMENTO

Equipamentos medem nível do rio e índice pluviométrico | Foto: Marcello Santos
A prefeitura coloca em funcionamento na segunda-feira (18) as primeiras sirenes do país com tecnologia de alerta de inundações e de quantidade de chuva simultaneamente. Os equipamentos foram instalados na Estrada do Gentio e Buraco do Sapo, em 2016, mas com crise financeira do estado nunca haviam funcionado. Com uma parceria público-privada por meio da empresa que faz a manutenção de mais 18 sirenes na cidade, os equipamentos nas localidades, atingidas pelas chuvas de 2011 passam a operar para monitorar neste Verão os índices destas áreas.

O prefeito Bernardo Rossi acompanhou a calibragem dos equipamentos nesta quarta-feira (13). O controle da altura do Rio Santo Antônio será feito por meio de uma régua linimétrica que indica três estágios de alerta: mínimo, médio e máximo. Além disso, o sistema também vai contar com um pluviômetro, igual aos outros 18 conjuntos de sirenes existentes na cidade, que indica a quantidade de chuva na região.
No momento em que o prefeito esteve no local, o sistema indicava que o espelho d'água estava em 45 centímetros. O acionamento das sirenes acontece quando o Rio chega em 3 metros e pode ser feito de três maneiras: pela internet, manualmente e também por um rádio que funciona em uma distância de até um quilômetro. O equipamento será entregue para um morador voluntário faça parte do Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC).
“Essa é uma resposta da prefeitura para os moradores que sofreram com a tragédia de 2011”, afirma Bernardo Rossi. “A população do Vale do Cuiabá, que tanto esperou pela instalação das sirenes, ganha mais um apoio em caso de fortes de chuvas. Vale ressaltar que o Sistema de Alerta e Alarme é a melhor ferramenta de prevenção, já que possibilita que moradores de áreas de risco sejam avisados com rapidez sobre a urgente necessidade de sair de casa e procurar um local seguro”, completa o prefeito.
Mas não basta às sirenes tocarem: a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias já está planejando o treinamento dos moradores em conjunto com o Núcleo Comunitário de Defesa Civil (NUDEC) do Gentio. Segundo o secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, a gestão dos equipamentos será realizado em conjunto com a população.
“A população é parte fundamental para o sucesso do sistema. Esse é um trabalho em conjunto. Essa é mais uma ação de preparação e prevenção do município, com o objetivo de reduzir o número de ocorrências durante o verão”, disse Paulo Renato.
A prefeitura conseguiu assumir o controle do equipamento graças a uma parceria público-privada com a Gridlab, que também é responsável pela manutenção das outras 18 sirenes instaladas no município. O empresário petropolitano Flávio Bordalo, dono da empresa, comemora a atuação em conjunto com o município. “O mais importante nesse momento é garantirmos que o equipamento esteja funcionando e salvando vidas. O grande diferencial das duas sirenes do Vale do Cuiabá é a medição da altura do rio, ajudando os moradores em caso de inundação”, explicou.
Também estiveram presentes na calibragem do equipamento além do prefeito e do secretário de Defesa Civil, o vice-prefeito Baninho, o presidente da CPTrans, Maurinho Branco e o presidente da Câmara, Paulo Igor.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI