| PESQUISA POR MATÉRIAS

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

GUARDA CIVIL TERÁ REFORÇO NAS RUAS DURANTE O CARNAVAL

A Guarda Civil terá até 23 agentes a mais nas ruas desta sexta-feira (09) até a próxima terça (13), durante o período de carnaval. Eles vão atuar na segurança preventiva, orientação de trânsito e apoio à fiscalização de posturas. Essa é a escala extra, que soma aos agentes que normalmente já cumprem plantão normalmente. Com o grupamento de orientação de trânsito e as bases de Itaipava e da Praça da Liberdade, o efetivo na rua é 30 homens todos os dias.

O esquema de segurança terá início já com os primeiros blocos desta sexta. Quatro agentes serão deslocados para cobrir o bloco Academia Amigos do Samba, no Bairro Esperança, mesmo contingente que vai atuar em Corrêas, durante a passagem do Bloco das Piranhas.
No fim de semana, o contingente será maior, chegando a 23 agentes no sábado (10.02) acompanhando blocos no Carangola, São Sebastião, Praça Paulo Carneiro (Rua Teresa), Centro e Alto da Serra. No domingo (11.02), 19 homens a mais cobrindo Carangola, São Sebastião, Centro, Alto da Serra Bataillard, Cascatinha, Morin e Nogueira.
O penúltimo dia de folia (12.02) terá o reforço de seis agentes no Provisória, Floresta e Nova Cascatinha. Já no encerramento do Carnaval, serão 16 homens a mais em Corrêas, Centro, Carangola e São Sebastião.
“A Guarda também vai manter agentes em pontos estratégicos no Centro, como no Obelisco, Catedral, Praça da Águia (Visconde de Mauá), Praça do Skate (Duque de Caxias), Praça da Inconfidência, Praça da Liberdade e Palácio de Cristal. Ainda vamos remanejar homens para os prontos socorros do Alto da Serra e do Bingen, locais que vão ser procurados por quem tiver uma emergência durante o carnaval”, explica o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.
No caso dos prontos socorros, os agentes vão permanecer nos locais até 7h do dia seguinte para ajudar eventuais foliões que precisem de atendimento. Cada equipe terá uma viatura e dois a quatro homens para acompanhar os blocos.
O comandante da Guarda Civil ainda dá dicas para que os foliões possam ter só alegria e diversão no período da festa.
“Sempre importante reforçar as recomendações sobre não combinar álcool e direção, privilegiar o transporte público, evitar levar para os blocos objetos de valor que não precisa, como tablets ou computador, tomar cuidado com carteira, celular e documentos e ter especial atenção com crianças em meio a grande público”, coloca.


Polícia Militar terá 65 agentes a mais com transferência de férias e folgas
A Polícia Militar também terá efetivo para acompanhar todos os blocos da cidade. O planejamento para o período incluiu o retorno de 27 agentes que estavam de férias – que serão cumpridos em outro período – e outros 38 tiveram a folgas remanejadas. Com isso, serão 65 PMs a mais para fazer o policiamento ostensivo durante o carnaval em Petrópolis. Eles se juntam ao efetivo que atua no Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), nos Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) e nas operações de choque de ordem.
“A melhor notícia é que o nosso batalhão não foi requisitado para dar apoio a outras áreas, o que significa que todo nosso efetivo vai trabalhar em Petrópolis para dar segurança e tranquilidade a todos que vão aproveitar os blocos”, diz o subcomandante do 26º Batalhão da Polícia Militar, Thiago Fernando Sardinha.


Fiscalização de Posturas também vai atuar no Carnaval
A Divisão de Fiscalização de Posturas (Difip) também vai manter oito fiscais trabalhando, em regime de revezamento, no Carnaval para atender demandas apresentada pela população nos dias da festa e também em diligências de rotina. Neste período, as principais reclamações são de perturbação de sossego (principalmente pelo uso de carro de som com volume muito alto), obstrução de via pública e comércio de ambulante não autorizado.
“Para este período do Carnaval, nós demos autorização provisória para presença de 59 ambulantes na Praça da Liberdade, Nogueira, Corrêas, Cascatinha, Praça Pasteur e Alto da Serra. Eles estarão identificados. Caso contrário, vamos atuar para coibir essa irregularidade, assim todos os outros pontos do Código de Posturas do município”, afirma o chefe da Difip, George Nunes.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI