sexta-feira, 9 de março de 2018

EQUIPES MANTÉM PRONTIDÃO NOS DISTRITOS

Equipes da prefeitura permanecem na região dos distritos em atendimento às ocorrências relacionadas à chuva que atinge a cidade desde a noite de quarta-feira (07.03). A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou 33 ocorrências nesta quinta-feira (08.03), sendo 21 delas no distrito da Posse. Em campo, os técnicos fizeram 69 atendimentos, entre os quais vistorias preventivas. Atuam, neste momento, além da Defesa Civil, homens das secretarias de Obras, Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP), Comdep, Saúde e da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), assim como Assistência Social, que castrou até o momento 21 famílias desalojadas e outras três desabrigadas em consequência das chuvas na Posse.

O DER-RJ e o DNIT, órgãos aos quais cabem a manutenção e fiscalização da Estrada União e Indústria, foram acionados pela prefeitura para a imediata desobstrução da via, na altura da Jacuba. A estrada está com as duas pistas interditadas em função de dois rolamentos de blocos rochosos. A Defesa Civil solicitou também a presença do DRM-RJ para avaliar o risco de outras pedras rolarem neste trecho. Além disso, outros cinco pontos da estrada foram atingidos por barreiras.
“Já solicitados ao DER, responsável pelo trecho entre Pedro do Rio e Posse, que envie maquinário e equipes à cidade para proceder nas intervenções”, afirma o prefeito Bernardo Rossi que acompanha, de perto, o trabalho das equipes da prefeitura que prestam assistência à população e fazem limpeza e retirada de barreiras das vias.
Na Posse, são mais de 100 homens, além de oito máquinas e cinco caminhões da prefeitura trabalhando na desobstrução e limpeza das vias. Neste momento, além da União e Indústria, estão interditadas as Ruas Noêmia Alves Rattes e Nossa Senhora de Fátima. Equipes da Defesa Civil, com geólogos, engenheiros e agentes operacionais, também seguem realizando vistorias nos locais atingidos. A CPTrans atua com 15 agentes na sinalização e orientação do trânsito.
Os moradores da Rua Nossa Senhora de Fátima, conhecida como comunidade do Querosene, estão sendo orientados a ir para casa de parentes porque a previsão é de continuidade de chuvas fortes.  Um carro de som alerta e orienta os moradores na região e mensagens estão sendo compartilhadas pelas redes sociais, assim como informações pela imprensa.
Os moradores encontram no CRAS (ao lado do Ciep da Posse) informações e ajuda da Assistência Social. A Saúde direcionou uma equipe com psicólogo, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para atendimento às famílias que está sendo feito no Posto de Saúde da Família (PSF) do distrito.
Duas famílias já foram atendidas no CRAS da Posse e receberam cesta básica, roupas de cama e colchonetes.
Houve, também, ocorrências de deslizamentos no distrito de Pedro do Rio. A Defesa Civil foi acionada, ainda, para vistorias preventivas e avaliação dos riscos de queda de pedras no bairro Itamarati.
De acordo com o último boletim do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), permanecem as condições de chuva moderada a forte em todo o estado. Os maiores acumulados registrados estão, além da Região Serrana, na da Costa Verde. O cenário deve ser mantido até a noite de hoje (08.03) com maiores precipitações nas regiões já citadas, além da região sul, baixada e capital. Devido às chuvas nos limites territoriais, os rios da região norte também devem se manter elevados.
Neste momento, a Defesa Civil está em estágio de atenção, já que a chuva permanece em algumas regiões da cidade e existe a previsão de chuva permanente ao longo do dia. A secretaria orienta a população a ter atenção em função dos acumulados que deixam o solo encharcado. Nas últimas 24 horas, o índice pluviométrico acumulado na Posse foi de 138 milímetros.


ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI