terça-feira, 20 de março de 2018

PARCERIA COM A FASE CAPACITA 80 COZINHEHEIROS DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Parceria entre a Fase e o departamento de Educação da Secretaria de Educação vai capacitar 80 cozinheiros. A iniciativa terá o foco nos cuidados com higiene e preparo dos alimentos para celíacos e intolerantes à lactose. De acordo com a FASE, a configuração será mantida até o final do semestre, quando a parceria completará um ano. A partir daí, estuda-se aumentar a carga horária do curso abrangendo novos temas de relevância.

No ano passado, 80 cozinheiros participaram de quatro encontros promovidos pela faculdade. Interessados em participar da capacitação podem colocar os nomes na lista de espera do Departamento de Formação e Capacitação Profissional, através do telefone 2246-8679.
“O curso teve muita procura em 2017, por isso a continuidade das aulas, abordando outros temas culinários será importante para a rede. Quem não pode participar em 2017 terá a chance de se inscrever nesse ano. Durante as aulas, os cozinheiros aprendem técnicas sobre a correta manipulação dos alimentos, boas práticas higiênico-sanitárias, além de aprenderem a utilizar os alimentos de forma integral”, afirma a secretária de Educação interina, Samea Ázara.
Nesse semestre será criada uma página no Facebook, contendo fotos das preparações realizadas durante o curso e outros momentos considerados relevantes. A página será administrada pelos alunos membros do projeto. A ideia é mostrar nas escolas o que os cozinheiros aprenderam durante o curso e ainda atrair novos cozinheiros para a capacitação. Também serão modificadas algumas receitas realizadas nos dias de aula prática, com o objetivo de tornar o conteúdo mais interessante para os cozinheiros.
"Durante o curso, os alunos terão conhecimento sobre como utilizar os alimentos de forma integral, preservando ao máximo os nutrientes e evitando o desperdício. Técnicas de higienização de frutas e hortaliças também serão apresentadas, de modo que os cozinheiros possam executá-las de forma correta no seu dia-a-dia, tornando o alimento seguro para o consumo. Os alunos também serão orientados sobre doença celíaca e intolerância à lactose e aprenderão a preparar receitas considerando tais restrições. Desta forma, o curso irá preparar o cozinheiro para trabalhar de forma mais segura, elaborando cardápios mais versáteis e criativos, considerando as necessidades e restrições alimentares de cada criança", explicou Caroline Geoffroy, professora do curso de Nutrição da FMP/Fase.
“Agradecemos esse apoio da FASE. Essa capacitação é muito importante para os servidores. Eles aprendem técnicas novas que podem ajudar na rotina diária nas cozinhas. É sempre bom conhecer coisas novas em um ambiente preparado para as aulas. Os interessados devem procurar o Departamento de Capacitação e Formação Profissional. A intenção é de que o curso forme 10 turmas nesse ano”, explicou a diretora do Departamento de Capacitação e Formação Profissional, Márcia Chiote.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI