| PESQUISA POR MATÉRIAS

quinta-feira, 21 de junho de 2018

ESTUPRADOR DA RUA TERESA FEZ MAIS VÍTIMAS

Da Redação - Após a prisão de Bruno Diniz Lourenço, vulgo Chico Porco, acusado de estupro de uma costureira no começo desta semana, outras mulheres procuraram a 105º DP, para fazer o reconhecimento do criminoso.  Bruno foi preso em sua residência no bairro Bela Vista, na quarta-feira (20) e foi reconhecido por outras vítimas que relataram como o criminoso operava. Um dos casos aconteceu no começo de 2018 e segundo as  vítimas o rapaz se sempre apresentava como “policial China”, dizendo que precisava revistar a vítima para então começar o abuso.  

A mesmo modo de agir foi usado contra sua vítima mais recente, uma costureira de 22 anos, violentada na manhã da última segunda-feira (18) quando seguia para o trabalho escadaria que dá acesso à Rua Teresa. Ela relatou que foi abordada pelo suspeito que primeiramente tentou se passar por um conhecido seu e logo após, disse ser um policial. Com a desculpa de revistá-la, o homem a conduziu para um local mais ermo da escadaria, onde praticou o crime, fazendo ameaças caso a mulher gritasse.
Na delegacia, onde foi interrogado, Bruno disse que manteve relacão sexual com a vítima de forma consentida, porém não soube dizer o nome da mesma. Logo após, confessou o ato, sendo autuado. Ele será encaminhado para o presídio de Benfica,  onde ficará custodiado à disposição da justiça.
Para chegar ao suspeito, a Polícia Militar trabalhou com cruzamento de informações obtidas com imagens de circuito interno de câmeras de uma loja e do Centro Integrado de Operações Petrópolis (Ciop), aliado a denúncias anônimas e o serviço de inteligência.
De acordo com a PM, a câmera de uma loja mostrou o rosto do homem, enquanto as imagens gravadas pelo Ciop mostraram a presença dele próximo à cena do crime, uma escadaria utilizada pela vítima normalmente para chegar ao trabalho. Com essas informações e as denúncias anônimas, foi possível chegar à localização do suspeito.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI