| PESQUISA POR MATÉRIAS

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

ÁGUA OXIGENADA NÃO CLAREIA OS DENTES E PODE TRAZER PREJUÍZOS

Na busca por soluções alternativas e resultados supostamente mais rápidos, há quem se arisque utilizando água oxigenada para clarear os dentes. Além de poder causar queimaduras nas mucosas, a experiência certamente será frustrante. Ao contrário dos produtos específicos usados pelos dentistas, que através de reação química levam ao clareamento, a substância pura não irá alterar a cor dos dentes.

“Esse mito de que a água oxigenada é responsável pelo clareamento dos dentes vem do fato de que os produtos próprios para o tratamento têm a substância na sua composição. A questão é há uma reação química, que só acontece quando há uma concentração e um preparo específico para se chegar a esse resultado”, explica o dentista do Instituto Rio, Márcio Marques.
Ele explica que não há mágica, ou seja, ainda não inventaram nenhum produto que logo após a aplicação caseira leve os dentes a tons mais próximos ao branco. O método mais moderno e que oferece os melhores resultados continua sendo o clareamento profissional.
Para quem busca resultados mais rápidos, a opção é o clareamento a laser, feito em consultório. Ele utiliza uma concentração maior de peróxido de hidrogênio, o verdadeiro agente clareador, que tem o efeito potencializado pela luz ultravioleta (azul). O laser minimiza a sensibilidade decorrente do procedimento, permitindo o uso de uma solução mais forte, sem prejuízos à saúde.
"O laser tem ação terapêutica, reduzindo significativamente o incômodo gerado pela aplicação do peróxido de hidrogênio, este sim, responsável pelo clareamento", explica o especialista, acrescentando que enquanto a solução caseira contém de 10 a 16% da substância, a usada nos consultórios dentários têm 37% de concentração.
Mesmo o método caseiro só deve ser usado com recomendação e supervisão de um dentista. O produto é tóxico e se o gel avança na gengiva pode causa lesões, por isso, é importante colocar a quantidade exata na moldeira, que é fabricada de forma personalizada.
O dentista vai dizer qual é esta quantidade e orientar sobre outros cuidados, como os alimentos que devem ser evitados durante o tratamento.
"Comidas e bebidas que contêm corantes devem ficar fora do cardápio no período da aplicação, pois comprometem o resultado", alerta Márcio Marques.
O tratamento é realizado na clínica multidisciplinar Instituto Rio, que fica na Rua Marechal Deodoro, 119, salas 12 a 14, no Centro de Petrópolis. O IR também tem sede no município de Cabo Frio, na Av. Teixeira e Souza, nº 2.277, sobreloja, no Braga. Outras informações pelo telefone: (24) 2231-0305.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI