quinta-feira, 20 de setembro de 2018

VEREADOR PROTOCOLA PROJETO DE LEI QUE PROÍBE DUPLA FUNÇÃO DE MOTORISTAS TAMBÉM NOS MICRO-ÔNIBUS

A substituição de ônibus convencionais por veículos do tipo micro-ônibus tem gerado insatisfação para rodoviários e usuários de transporte coletivo do município. Isso porque, os motoristas estão sendo forçados a trabalhar exercendo a dupla função o que, além de causar desemprego dos cobradores e atraso nos horários, ainda aumenta os riscos de acidentes.
O vereador professor Leandro Azevedo, na tarde da segunda-feira (17), ingressou com um projeto de lei proibindo o acúmulo de função em coletivos de todas as categorias, inclusive micrões, micros e executivos. “Algumas linhas, principalmente aquelas que atendem os distritos, já começaram a circular com veículos de menor porte e sem cobrador e todos são prejudicados com isso”, frisa o vereador. 
Para Leandro Azevedo, a substituição dos veículos foi a forma encontrada pelos empresários para burlar a legislação vigente. A Lei Municipal 7.243 de 30 de outubro de 2014, dispõe sobre a proibição das empresas a exigirem que motoristas exerçam a dupla função. A medida, no entanto, se refere a veículos com capacidade acima de 40 passageiros.
“Por isso tivemos que elaborar esse novo projeto estendendo a proibição para todos os coletivos, exceto executivos e aqueles de tarifa diferenciada”, destaca o vereador, explicando que, com a medida, a intenção é garantir a segurança dos usuários e dos próprios profissionais. “Além disso, estaremos assegurando o emprego de cobradores. Todos sabem que as empresas estão há alguns anos tentando fazer essa modificação visando diminuir as despesas com o pessoal e aumentar seus lucros”.

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI